Deputado cita que arrecadação cresce R$ 176 mi e há verba para servidores

Os dados, disponíveis no Portal da Transparência da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), foram apresentados, nesta terça-feira (26), pelo deputado Serafim Corrêa (PSB) durante a Sessão virtual da ALE

Manaus – Mesmo na maior crise econômica provocada pela pandemia, com o fechamento do comércio, da indústria e das atividades de serviços, a arrecadação do Estado do Amazonas cresceu R$ 176,2 milhões quando comparado até maio 2019. No acumulado dos primeiros cinco meses do ano, a receita já soma R$ 7,57 bilhões. O anúncio foi feito nesta terça-feira (26) pelo deputado Serafim Corrêa (PSB), em sessão virtual da Assembleia Legislativa do Estado (ALE).

De acordo com o parlamentar, que é auditor fiscal aposentado, de 1º de janeiro a 25 de maio, a arrecadação cresceu 2,38%, apesar da crise, conforme os dados disponíveis no Portal da Transparência Fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz). O resultado mostra que, apesar dos problemas enfrentados com a drástica redução da atividade econômica, os cofres do Estado ainda não foram afetados. O deputado chamou a atenção que o aumento da receita pode ser ainda maior, pois os dados não estão consolidados, uma vez que o mês de maio ainda não terminou.

Em entrevista a uma rádio local nesta segunda-feira, 25, o governador Wilson Lima (PSC), lembrou Serafim, afirmou que a arrecadação do Estado cairá 25% em razão da pandemia do novo coronavírus. “Com base na declaração do governador, então os piores meses para a arrecadação do Estado foram março, abril e maio, e com esses meses muito ruins aqui está o resultado: a arrecadação do Estado não caiu, ao contrário, ela cresceu R$ 176 milhões, e notem que o mês de maio de 2020 ainda não terminou. Embora ainda faltem 6 dias para fechar maio, o crescimento da arrecadação foi de mais de R$ 176 milhões”, disse Serafim.

O deputado estadual contesta números apresentados pelo governo do Estado (Foto: Marcelo Araújo/Assessoria)

Em alta

Conforme o Portal Transparência Fiscal da Sefaz, de janeiro a 25 de maio de 2020, a receita total do Estado do Amazonas foi de R$ 7.576.174.853,57. Em 2019, de janeiro a maio, foi de R$ 7.399.972.203,07.

“Eu digo isso não no sentido de criticar o governo estadual, mas no sentido de tranquilizar, de diminuir a tensão, por exemplo, do funcionalismo público, que teme que ocorra atraso de salários. Não é essa a realidade, a receita cresceu 2,38%”, concluiu o líder do PSB na ALE.

Anúncio