Deputado exige que ALE inicie processo de impeachment de Wilson Lima

O deputado Dermilson Chagas questionou os motivos da inércia da Casa, apesar das inúmeras denúncias que fez em Plenário

Manaus – Na manhã de terça-feira (27), o deputado Dermilson Chagas (Podemos) questionou, mais uma vez, o motivo pelo qual a Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE) ainda não ter dado início ao processo de impeachment do governador do Estado, Wilson Lima (PSC).

“Por que esta Casa não enxerga, em relação ao Governo do Amazonas, que, em matéria nacional, diz que comprou um material superfaturado? Por que esta Casa não enxerga mais de 12 mil mortes de pessoas acometidas por Covid-19? Por que esta Casa não enxerga a falta de oxigênio que matou várias pessoas? O quê que está acontecendo?”, questionou Dermilson Chagas, após exibir, no telão do Plenário Ruy Araújo, imagens da entrevista que Wilson Lima concedeu ao jornalista Roberto Cabrini e na qual o governador confirma que comprou os respiradores na loja de vinho por quatro vezes o valor dos produtos no mercado nacional.

Dermilson Chagas questionou a postura que a ALE vem adotando não só no caso das denúncias envolvendo o governador Wilson Lima (Foto: Márcio Gleyson/Ascom)

Dermilson Chagas disse que nenhum deputado quis assinar a CPI da Saúde. “Eu vejo colegas falando da CPI lá em Brasília, mas não tem ninguém aqui para assinar. Quantas assinaturas tem na CPI da Saúde? A minha e a do deputado Wilker Barreto, somente. E vejo gente falando em Governo Federal, mas cadê o exemplo aqui? Cadê a hora de botar a cara a tapa e dizer pra sociedade que nós temos de fazer justiça? Se não querem fazer justiça, que fiscalizem o governo porque a acusação que PGR faz é chamar o governo de criminoso”, comentou o parlamentar.

Postura

Dermilson Chagas questionou a postura que a ALE vem adotando não só no caso das denúncias envolvendo o governador Wilson Lima como também nos ataques que o deputado Wilker Barreto vem sendo alvo recentemente.

“Não vi esta Casa ser incisiva com relação ao que vem acontecendo com Vossa Excelência e que afeta a vossa família, e que eu repudio, e que esta Casa tem de ter uma postura e tomar uma atitude à altura do que ela merece ter. Se é Poder, mostre que é Poder. Senão, é melhor ficar lá na Compensa (na Sede do Governo) mesmo, tirando foto com o governador. O Brasil todo assiste, estarrecido, o que está acontecendo em Manaus, e eu vejo esta Casa batendo palmas e tirando foto com o governador”, disse o parlamentar.