Fausto Júnior expõe na CPI da Pandemia crise do Amazonas, nesta terça-feira

Fausto foi o relator da CPI da Saúde na Assembleia Legislativa do Estado (ALE), que em 2020 descobriu irregularidades na Saúde do Amazonas

Manaus – Está confirmada nesta terça-feira (29), às 9h, a participação do deputado estadual Fausto Jr. (MDB) na CPI da Covid do Senado. Fausto foi o relator da CPI da Saúde na Assembleia Legislativa do Estado (ALE), que ano passado descobriu irregularidades na Secretaria de Saúde do Amazonas (SES-AM).

Fausto foi convidado a pedido do senador Marcos Rogério (DEM-RO), que busca informações sobre fraudes no combate ao coronavírus em vários Estados do País.

O deputado confirmou que levará ao senado o relatório final da CPI da Saúde. É o mesmo documento que foi entregue ao Ministério Público Federal (MPF), à Polícia Federal e aos tribunais de Contas do Amazonas (TCE-AM) e da União (TCU).

A participação de Fausto Jr. na CPI da Covid do Senado está confirmada para as 9h desta terça-feira, 29 (Foto: Divulgação)

Fausto Jr. explicou que o relatório está sendo usado pelo Ministério Público e pela Polícia Federal para desencadear a operação Sangria. A operação já prendeu 14 pessoas cujos nomes estavam no documento da CPI. “São 250 páginas que apontam nomes com suspeita de envolvimento no desvio de recursos públicos na Saúde”, explicou o deputado.

O parlamentar garantiu que vai contribuir com a investigação dos senadores. Para isso, vai explicar os detalhes descobertos pela CPI da Saúde da ALE. “Já contribuí com o Amazonas. Agora chegou a vez de contribuir com o Brasil”, afirmou do deputado estadual.

A CPI da Saúde do Amazonas começou as investigações em 26 de maio de 2020 e concluiu os trabalhos dia 29 de setembro. Foram analisadas mais de dez mil páginas de documentos e contratos firmados pela Secretaria de Saúde entre os anos de 2011 a 2020.

Anúncio