Deputado pede suspensão do processo de impeachment

Votação está prevista para ocorrer nesta quinta-feira (6)

Manaus – O deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) ingressou, na tarde desta quarta-feira (5), com mandado de segurança no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) para suspender o processo de impeachment do governador Wilson Lima e do vice Carlos Almeida Filho, previsto para ocorrer nesta quinta-feira (6), na Assembleia Legislativa do Estado (ALE).

Wilker Barreto pediu suspensão do processo de impeachment de Wilson Lima e Carlos Almeida (Foto: Divulgação)

No pedido, o parlamentar pede “a concessão de medida liminar, sem a oitiva da parte contrária, suspendendo o processo de impeachment, até a publicação do parecer com a denúncia em Diário Oficial, para que, somente depois de publicados, iniciem-se as quarenta e oito horas para votação”. A petição consta no processo número 4005271-36.2020.8.04.0000.

Ainda no documento, Barreto cita que a ALE instaurou processo de impedimento contra o governador do Estado e seu vice por suposta prática de crimes de responsabilidade.

“Ocorre que a discussão sobre o parecer apresentado pelo relator estava marcada para a segunda-feira, dia 3 de agosto de 2020, e, surpreendentemente, a presidente da comissão comunicou na sessão de 31 de julho de 2020 que estaria colocando o parecer para votação na Comissão do Impeachment, da qual o impetrante é membro. Não bastasse tanta pressa, não houve a publicação do parecer e da denúncia no Diário Oficial, como manda a Lei do Impeachment”.

Veja o documento na íntegra:

Mandado de Segurança_Impeachment

Anúncio