Deputado promete ação contra governo

O deputado estadual Wilker Barreto afirmou que ingressará com ação cautelar contra os gastos de R$ 750 milhões realizados pela gestão Wilson Lima para pagar dívidas passadas

Manaus – O deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) prometeu ingressar nesta terça-feira (14) com um pedido de medida cautelar no Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) e Ministério Público do Amazonas (MP-AM) contra o governador do Amazonas, Wilson Lima, para que os órgãos de controle investiguem o pagamento de R$ 755.931.448,29 feito pelo Executivo para honrar dívidas de exercícios anteriores. Para o parlamentar, o valor gasto é afrontoso para a sociedade amazonense, em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no Estado, que já contaminou 1.275 pessoas e causou 71 mortes.

“Precisamos saber porque o governo prefere gastar R$ 750 milhões com dívidas passadas do que aplicar esse dinheiro para o combate do Covid-19. São milhões que colocaria mais leitos de UTI nos hospitais, compraria EPIs para os profissionais de saúde que estão morrendo infectados e não deixaria o Amazonas na lista dos mais críticos em contaminações da doença. Infelizmente, é uma gestão que não prioriza vidas”, disse o deputado.

Para o parlamentar, o valor gasto é afrontoso para a sociedade amazonense, em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no Estado (Foto: Reinaldo Okita/Arquivo GDC)

Barreto comentou, ainda, completados um mês desde o registro do primeiro caso de Covid-19 no Estado, o governo ainda não apresentou ações concretas para socorrer a economia e ajudar as famílias mais carentes durante o isolamento social, decretado pelo Executivo.

“Até agora, não vi uma ação concreta do governo para ajudar os mais desguarnecidos e dar fôlego aos micro e pequeno empreendedor. Não vejo os R$ 40 milhões anunciados pelo governador empregados na rede pública de saúde, que está colapsado. É um governo que brinca com o dinheiro público e faz o povo amazonense de laboratório de testes”, afirmou Wilker.

De acordo com o Portal da Transparência do Governo, os números indicam que R$ 41.137.428,65 do valor pago foram destinadas para a Secretaria de Estado de Saúde e R$ 277.905.320,05, o maior montante dessas despesas, são da Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc).

Nesta segunda-feira (13), o site ‘Diário do Poder’, do jornalista e colunista político, Cláudio Humberto, afirmou que o valor de R$ 736 milhões pagos pelo governo do Estado para honrar gastos de gestões anteriores, como do governo José Melo, conforme noticiou o GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (GDC), foi uma decisão do vice-governador e chefe da Casa Civil, Carlos Almeida Filho, em meio ao caos da saúde pública do Estado, agravada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

MINUTO NEWS I Deputado promete ação contra o governo

Deputado promete ação contra o governo ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀#D24AM #InteragindoComANotícia #Credibilidade #Compartilhe

Posted by D24am on Tuesday, April 14, 2020

Anúncio