Deputados da ALE votam pelo arquivamento do processo de impeachment de Wilson Lima

Membros da Comissão Especial do Impeachment livraram Wilson Lima e Carlos Almeida da denúncia por crime de responsabilidade. Foram 12 votos a favor do arquivamento da denúncia, seis contrários ao parecer e cinco abstenções

Manaus – Em votação nesta quinta-feira (6) na Assembleia Legislativa do Estado (ALE), 12 deputados aprovaram o arquivamento do pedido de impeachment do governador Wilson Lima e do vice-governador Carlos Almeida Filho. Foram seis votos a favor da continuidade do processo de afastamento dos governantes e cinco abstenções no parlamento estadual.

Antes da votação do processo de impeachment, os deputados votaram a forma como o processo ocorreria. Foram apresentadas quatro propostas. A proposta do deputado Belarmino Lins (Progressistas) venceu por 18 votos contra quatro votos da proposta do deputado Josué Neto (PRTB) e um voto da proposta da deputada Joana Darc (PL). A proposta vencedora dava 20 minutos para que quatro parlamentares falassem sobre o processo de impeachment e também declarassem seus votos.

Na votação, o pedido de arquivamento do processo de impeachment foi decidido pela maioria. “Foram 23 votos: 12 votos pelo arquivamento da denúncia, 6 votos pelo prosseguimento da denúncia e cinco abstenções. Portanto, o pedido de impeachment está arquivado”, declarou o presidente da ALE, Josué Neto.

Veja como votaram os parlamentares:

Votaram pelo arquivamento da denúncia

Abdala Fraxe

Adjunto Afonso

Alessandra Campêlo

Augusto Ferraz

Belarmino Lins

Cabo Maciel

Carlinhos Bessa

Doutor Gomes

Joana Darc

Roberto Cidade

Saulo Viana

Terezinha Ruiz

 

Votaram pelo prosseguimento da denúncia

Álvaro Campelo

Delegado Péricles

Dermilson Chagas

Josué Neto

Serafim Correa

Wilker Barreto

 

Abstenções

Fauto Júnior: Abstenção

Felipe Souza: Abstenção

João Luiz: Abstenção

Ricardo Nicolau: Abstenção

Sinésio Campos: Abstenção

 

Ausências

Mayara Pinheiro

 

***Matéria atualizada às 16h08***

Anúncio