Deputados do AM têm R$ 127 milhões para LOA

Cada deputado tem direito de utilizar R$ 15,9 milhões, distribuídos em até 25 emendas. A votação na Câmara dos Deputados é até o dia 20 de dezembro, antes do recesso

Manaus – Os oito deputados federais que compõem a bancada amazonense têm até R$ 127,5 milhões para utilizarem nas emendas impositivas da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2020. Cada deputado tem direito de utilizar R$ 15,9 milhões, distribuídos em até 25 emendas. A votação na Câmara dos Deputados pode acontecer até o dia 20 de dezembro, prazo limite que antecede o recesso parlamentar.

O deputado federal Marcelo Ramos (PL) disse que está preocupado com a atenção básica na saúde do Amazonas e destinou 80% de suas emendas individuais para a área.

“A grave crise que nós temos hoje na média e alta complexidade tem um motivo, por poucos debatidos, que é a baixa cobertura da atenção básica de saúde. Manaus, por exemplo, só cobre 33% da população. O que acontece quando a rede básica de saúde não chega ao cidadão? O doente crônico acaba agonizando e ocupando um leito de média e alta complexidade. Por exemplo, é diabético que acaba virando renal crônico. Entendo que está na hora de cuidar da nossa gente”, explicou Marcelo.

O deputado Bosco Saraiva (SDD), também destinou mais de R$ 10 milhões de suas emendas impositivas individuais para a Saúde no Estado.

“Das emendas individuas, 70% foram indicadas para a saúde tanto da capital, como o interior. A Fundação Alfredo da Mata, Hospital Tropical de Manaus e Hospital Getúlio Vargas foram contemplados. Os outros 30% foram destinados para a Educação”, informou Bosco Saraiva.

Parte das emendas dos deputados é destinada para o setor de Saúde (Foto: Eraldo Lopes/Arquivo-GDC)

Capitão Alberto Neto (PRB) destacou a Segurança Pública, como bandeira de atuação parlamentar, onde destinou R$ 2,8 milhões em emendas para implantação de atendimento especializado à mulher em delegacias de polícia localizadas em Manaus e no fortalecimento das ações da Patrulha Maria da Penha no Estado. Os valores para Saúde estão na ordem de R$ 7,7 milhões.

“As mulheres sofrem com os altos índices de violência no Brasil, somos um dos países que mais mata mulheres em todo mundo. Precisamos reverter isso com ações de proteção e acolhimento às mulheres vítimas de violência”, pontuou o Alberto Neto.

As emendas impositivas do deputado Sidney Leite (PSD) também serão direcionadas, em sua maioria, para saúde, setor primário, educação, cidadania. Mais da metade serão para atender municípios do interior, como Manacapuru, Manicoré, Eirunepé, Nova Olinda do Norte, Parintins, Coari.

“Também vai direcionar emendas para a Ufam (Universidade Federal do Amazonas) e o Ifam (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas) de alguns municípios, como o de Tabatinga, São Gabriel da Cachoeira, Eirunepé. Emenda para a Embrapa e Funati (Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade)”, explicou o deputado por meio de sua assessoria de comunicação.

O delegado Pablo Oliva (PSL) destinou quase a metade das duas emendas individuais (R$ 7,6 milhões) para a Educação. A Ufam foi a instituição escolhida.

“Conheço centenas de estudantes que terminaram o ensino médio e sonham em entrar numa universidade pública. Tenho certeza que após a ajuda dos parlamentares, o sonho desses estudantes ficará mais próximo da realidade”, disse Pablo.

Já o deputado federal José Ricardo (PT), além dos 50% dos recursos destinados à Saúde, também contemplou a Ufam e a Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

“Nas emendas impositivas individuais, mais da metade foram destinas à área da saúde, a lei obriga que, no mínimo, seja 50% para a saúde. Nesse caso alocamos para vários hospitais como Fcecom, Hospital Tropical, Hospital Geral da Rocha, e também o Alfredo da Mata. No interior, o hospital Padre Colombo, em Parintins. Os recursos são para compra de equipamentos para exames. Enviamos recursos para os cursos de farmácia, enfermagem da Ufam, além de recursos para a UEA, entre outros”, explicou Ricardo.

Educação

A bancada amazonense da Câmara dos Deputados destinou os quase R$ 20 milhões em emendas em que tem direito para Educação em municípios do Amazonas. A verba será investida em melhorias nas unidades educacionais como custeio de material escolar, fardamento, merenda e transporte escolar, entre outros investimentos.

A reportagem tentou contato com os deputados Átila Lins (PP) e Silas Câmara (PSD), mas não fomos respondidos até o fechamento dessa reportagem.

Anúncio