Deputados farão audiência pública para debater redução do ICMS dos combustíveis

A audiência ficou marcada para esta quarta-feira (19), após reunião realizada no último sábado (15), na sede do parlamento, com representantes de caminhoneiros, motoristas de aplicativo e sociedade civil

Manaus – O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), deputado Josué Neto, recebeu na manhã do último sábado (15), manifestantes, representantes de caminhoneiros, motoristas de aplicativo e sociedade civil que reivindicam a redução do preço dos combustíveis no Amazonas, por meio da redução do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Durante a reunião, que ocorreu na sede do parlamento, foi sugerida a realização de uma audiência pública, nesta quarta-feira (19).

“A Assembleia, mais uma vez, abriu o diálogo, fará uma coleta de dados, para ver o que é possível fazer e assim sugerir o melhor caminho ao Governo do Estado. Principalmente porque os preços dos combustíveis afetam o cidadão comum, o pai de família, os empresários. Tem a questão do transporte que também acaba encarecendo os preços dos produtos. Então faremos na quarta-feira uma audiência pública com apresentação de dados técnicos, que possam servir de base para a nossa análise”, disse Josué Neto.

O presidente da ALE-AM, deputado Josué Neto, durante reunião sobre ICMS (Foto: Divulgação)

Para o representante dos motoristas de aplicativo, Alexandre Matias, com a redução dos valores dos combustíveis os gastos que a categoria tem para trabalhar cairão pela metade. “Estamos precisando disso. Nosso gasto hoje é alto com combustível e com a redução a nossa categoria será muito beneficiada”, disse.

Segundo o deputado Dermilson Chagas, que também participou da reunião, serão convidados para a audiência a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), o Conselho Regional de Economia do Amazonas (Corecon) e demais órgãos que possam apresentar dados técnicos sobre os impactos positivos e negativos que a redução do ICMS pode trazer para o Amazonas.

Também participaram da reunião deste sábado os deputados Abdala Fraxe (Podemos), o representante dos motoristas de aplicativo Alexandre Matias, o advogado Fernando Borges representando a Ordem dos Advogados do Amazonas (OAB-AM), além de representantes da sociedade civil.

 

Anúncio