Dia do Nordestino na Amazônia é lembrado pela Câmara Municipal de Manaus

A solenidade destacou a bravura e destreza da população nordestina, consagrada na região amazônica no dia 8 de outubro de 1942

Manaus – A Câmara Municipal de Manaus, realizou na tarde desta terça feira (8), uma reunião solene em homenagem ao Dia do Nordestino na Amazônia, comemorado no dia 8 de outubro, conforme requerimento n° 1734/2019, de propositura da vereadora Jacqueline Pinheiro. O evento aconteceu no Plenário Adriano Jorge, Paço Municipal de Manaus, bairro São Raimundo, na zona oeste da cidade.

O evento na CMM destacou o lançamento do ‘Espaço Nordestino’, referencial e memorial de integração de raízes culturais (Foto: Layena Magalhães)

A solenidade destacou a bravura e destreza da população nordestina, que foi consagrada na região amazônica no dia 8 de outubro de 1942, tomado como o Dia do Nordestino na Amazônia. A data corresponde ao registro da última e principal corrente migratória dos nordestinos, que vieram em busca de melhor qualidade de vida, instituído, sua importância histórica no Estado do Amazonas.

O presidente da Associação Recreativa dos Nordestinos no Amazonas (Arnam), Francisco Canindé Marinho, professor da Universidade do Estado do Amazonas, especialista em dependência química e projetos sociais, destacou a importância da migração nordestina a Amazônia. “Tivemos a importância muito grande, em especial relacionada à extração do látex/borracha. Nesta data, aproximadamente 60 mil migrantes nordestinos vieram rumo a Amazônia, estabilizando-se principalmente nos Estados do Acre e no Amazonas, atraídos pelo sonho de uma vida melhor. Naquela época estava ocorrendo uma seca muito grande no Nordeste, o que motivou a migração”, disse o professor.

A migração dos nordestinos a Amazônia é integrante de um dos principais momentos econômicos do Amazonas, a época da borracha, onde foram também protagonistas do desenvolvimento desse período.

A estimativa populacional de nordestinos e/ou descendentes é cerca de 35% da população do Estado. Mas, segundo estudos mais recentes, tem diminuído o número de nordestinos legítimos, por conta da miscigenação.

O evento destacou ainda o lançamento do ‘Espaço Nordestino’, referencial e memorial de integração de raízes culturais, que vai funcionar 24 horas com diversas opções de entretenimento, negócios e lazer, e trará toda a história do princípio nordestino, cujo objetivo precípuo é a preservação dos hábitos, costumes e tradições do bravo povo nordestino.

Estiveram presentes na solenidade vereadores oriundos no Nordeste brasileiro que foram homenageados com a entrega de honra ao mérito em alusão ao Dia do Nordestino. A solenidade também contou com dança e música da região, além de Lampião e Maria Bonita para representar com classe e estilo a literatura nordestina.