Diretora da precisa nega dizer a verdade e se cala em sessão no senado

Emanuela Medrades foi quem intermediou negociação entre o governo e o laboratório indiano para aquisição de vacinas Covaxin

Brasília – A diretora técnica da Precisa Medicamentos, Emanuela Medrades, anunciou que ficará calada em seu depoimento à CPI da Covid nesta terça-feira (13).

O presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), afirmou que o habeas corpus do ministro Luiz Fux, do STF (Supremo Tribunal Federal), é muito claro ao mostrar que ela deveria falar sobre todos os assuntos que não a incriminem.

Emanuela Batista de Souza Medrades.

Diretora da precisa nega dizer a verdade e se cala em sessão no senado. (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)

Anúncio