“Dizer que um mirante é ressignificação do Centro não dá”, diz vereador de Manaus

Parlamentar disse que a atual gestão tem negligenciado moradores, comerciantes e o resultado é a péssima impressão aos turistas

Manaus – O vereador Lissandro Breval (PP) cobrou, em discurso nessa terça-feira (16), ações para a revitalização do Centro Histórico de Manaus. Para o parlamentar, a afirmação de que o mirante recém-inaugurado ressignifica a área histórica, é inverídica e desrespeita moradores, comerciantes e turistas que vivem, transitam e geram empregos em Manaus.

(Foto: Divulgação Assessoria)

“Dizer que um mirante é ressignificação do Centro não dá. Muito importante uma obra dessa magnitude, mas só isso não resolve o problema do Centro. Temos aí um descaso, um abandono, falta de respeito com manauaras que moram no Centro, comerciantes que geram empregos. Não há qualquer planejamento, ordenamento, ações efetivas”, denunciou Breval.

Lissandro voltou a tecer críticas ao secretário de Mercados e Feiras do município que, segundo ele, não tem feito nada para mudar a situação do Centro Histórico.

“A Secretaria de Feiras e Mercados não faz nada. Já veio aqui nesta Casa, é só balela. É o famoso papagaio de pirata, comentarista de secretário. O trabalho de fiscalizar e ordenar, ele não faz”, criticou.

Ainda em discurso, o vereador criticou a falta de visão da Prefeitura sobre o turismo demonstrada no abandono do Centro da cidade. Breval afirmou que a falta de revitalização tem deixado péssima impressão nos turistas que aportam na área e prejudicado o turismo.

“Qual é a visão que os turistas saem de Manaus, que desembarcam no porto? É negativa. Está tudo abandonado, entregue. Não é de hoje que denuncio aqui tanto descaso. As feiras da Manaus Moderna e da Banana, a área de embarque e desembarque. Tudo abandonado”, concluiu.

Anúncio