‘É estarrecedor a falta de planejamento’, dispara Wilker após SES-AM apontar falta de oxigênio desde novembro

Parlamentar criticou o governador após reportagem do Estadão revelar que Secretaria de Saúde já sabia da necessidade do gás desde novembro

Manaus – O deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) criticou neste sábado (16), por meio das redes sociais, a falta de planejamento do Governo do Amazonas para evitar a crise nos estoques de oxigênio nos hospitais e unidades de saúde do Estado. O tom áspero veio após a reportagem do Estadão revelar que a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) já sabia, desde novembro de 2020, que a quantidade do insumo seria insuficiente para atender a alta demanda decorrente da pandemia da Covid-19.

SES-AM apontou falta de oxigênio desde novembro (Foto: Divulgação)

De acordo com a matéria, o projeto básico elaborado pela pasta já informava sobre a necessidade de oxigênio desde 23 de novembro, no entanto, a falta de ações do Executivo acabou acarretando no fim do gás, causando a morte de pacientes e instalando um verdadeiro caos na saúde do Estado.

“Enquanto o Amazonas amanhece novamente no caos, me deparo com essa notícia que o governo já sabia desde novembro que iria entrar em colapso. É estarrecedor a falta de planejamento deste Governo, é revoltante! Não é falta de recursos. Peço mais uma vez a prioridade das usinas de oxigênio para o interior”, relatou Wilker.