Vanessa destaca luta por incentivos da ZFM e projeto para retomar empregos

Vanessa Grazziotin é candidata à reeleição ao Senado Federal. Ela participou da série de entrevistas do DEZ NA TV, da REDE DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO, nesta sexta-feira

Manaus – A candidata à reeleição ao Senado Vanessa Grazziotin (PCdoB) destacou temas ligados aos incentivos da Zona Franca de Manaus (ZFM) durante entrevista concedida ao programa ‘DEZ NA TV’, da TV DIÁRIO/RECORD NEWS MANAUS, canal 36.1 na TV aberta, nesta sexta-feira (31). Vanessa é a quinta candidata ao Senado Federal, pelo Amazonas, entrevistada na série do programa, da REDE DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (RDC).

Vanessa Grazziotin é uma das candidatas ao Senado, pelo Amazonas (Foto: Eraldo Lopes)

Conforme a senadora, a ZFM tem sofrido constantes ataques que tentam forçar o fim dos incentivos ao Amazonas. “Temos o maior Polo eletroeletrônico e temos muito desemprego. A forma mais rápida de retomar os empregos é fortalecendo a Zona Franca de Manaus. Quando Lula era presidente não sofremos ataques, Michel Temer assumiu e teve uma medida contra a ZFM. Temos que valorizar o nosso Polo Industrial e garantir que a economia circule no Amazonas”, disse.

Ela falou em fazer uma grande ‘reviravolta’ no Brasil para a retomada dos empregos. “Tenho um projeto que amplia os incentivos da Zona Franca para a Região Metropolitana de Manaus. Seria justo uma forma de reorganizar os investimentos no Amazonas. No Senado nós aprovamos o nosso decreto legislativo que susta o decreto de Temer que tira incentivos do Polo de concentrados. Amanhã, ele pode dar esse decreto contra outros setores, por isso, estamos trabalhando para isso não acontecer”, disse.

De acordo com ela, a independência de cada povo depende da educação. Ela afirma que aprovou um projeto para a educação criando um fundo de riquezas vindas do pré-sal.

“Avançamos muito, eu sei que a qualidade ainda é muito ruim, mas temos que continuar. Quando Lula foi presidente, as vagas nas universidades eram bem maiores. Avançamos muito. No interior temos 16 unidades do Instituto Federal do Amazonas (Ifam)”, afirmou.

A candidata afirma que o momento é de resgatar os investimentos na educação. Conforme Vanessa os investimentos devem abranger as creches e educação infantil. Na opinião dela, o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) deve ser prorrogado mas, também, fiscalizado.

“Precisamos mudar as prioridades. A prioridade desse governo é só cortar dos pobres, de quem não tem. Deveriam cortar dos ricos. O Fundeb foi uma conquista da comunidade estudantil e nós temos que trabalhar pela qualidade de educação com valorização do magistério”, comentou.

Vanessa destacou que a concepção sobre o meio ambiente está mudando, no entanto, ela afirma que os caboclos e ribeirinhos precisam receber orientações para trabalhar da melhor forma com os insumos naturais. “Temos que dar condições de produção para evitar queimadas. O equilíbrio não é levando miséria para o interior, mas levar investimentos”, ponderou.

A candidata lamentou o corte de investimentos em projetos e em pesquisas na Amazônia. “Agora é o momento da decisão e o nosso futuro depende da escolha correta”, disse.

Vanessa Grazziotin destacou o tempo que tem de militância pública e afirmou que se considera corajosa. “Tenho orgulho de dizer que sou atuante, na presença e apresentação de projeto que se tornam realidade em diversas áreas”, concluiu.

O próximo entrevistado será o candidato, deputado Luiz Castro (Rede). A entrevista vai ao ar na REDE DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (RDC), a partir das 11h, no programa ‘DEZ NA TV’, na segunda-feira (3).

Anúncio