Wilson diz que Amazonas começa a escrever história diferente

Após o resultado do segundo turno confirmar o nome dele como governador, o candidato do PSL discursou e concedeu coletiva à imprensa, ao lado do vice e do deputado estadual Luiz Castro

Manaus – Após confirmação da vitória, Wilson Lima (PSC), governador eleito no Amazonas, foi à sede do partido comemorar o resultado com correligionários. No local, ele discursou e concedeu coletiva à imprensa. No discurso, Wilson repetiu o bordão que o tornou conhecido no programa de TV apresentado por ele: “A bronca é comigo”, transformado em “A bronca agora é com todos nós”.

Após o resultado da apuração dos votos, Wilson Lima discursou na sede do PSC, em Manaus (Foto: Eraldo Pereira)

O jornalista foi eleito com 58,50% dos votos válidos. Novato na política, Wilson conquistou, com 99,99% das urnas apuradas, 1.033.950 votos em todo o Estado.

Na entrevista, o governador eleito não revelou nenhum nome para a futura gestão. “O secretariado será divulgado em momento oportuno e depois de formar a equipe de transição”, disse.

Na entrevista coletiva, realizada na sede do PSC, no bairro Adrianópolis, zona centro-sul de Manaus, Wilson Lima disse que chega ao comando do Estado sem a ajuda de nenhum grupo econômico. “O que está começando aqui é uma chama, é uma ideia. Eu sou apenas um guardião desta chama e vou defendê-la como defendo a minha vida. Eu quero agradecer a oportunidade que o povo do Amazonas está me dando, aqui está a esperança de um povo que não aguenta mais tanto sofrimento, de um povo que não aguenta mais a corrupção, que não aguenta mais as velhas práticas, a velha política. O Brasil pede mudanças, o Estado do Amazonas pede mudanças e pede o novo”, disse.

Após o resultado da apuração dos votos, Wilson Lima discursou na sede do PSC, em Manaus (Foto: Eraldo Pereira)

O governador eleito estava acompanhado acompanhado do vice, o defensor público Carlos Almeida (PRTB), e do deputado estadual Luiz Castro (Rede), que compuseram a coligação “Transformação por um Novo Amazonas”.

“Entrei [na política] acreditando de verdade [na mudança]. Vou continuar lutando pelo cidadão que sofre no dia a dia, enfrentando a realidade do maior Estado da Federação, que é riquíssimo, mas onde metade da população vive na linha da pobreza. Isso não podemos aceitar. Hoje, o Estado do Amazonas começa a escrever uma história diferente”, disse o novo governador do Amazonas.

“É com muita alegria e também muita responsabilidade que chegamos até aqui. Nossa coligação foi pequena, mas caminhamos com muita coesão nas propostas”, disse o vice-governador eleito Carlos Almeida. “Foi com humildade que chegamos até aqui, é com humildade que seguiremos”, completou.

“Esta vitória é histórica [porque tirou], pela primeira vez, um grupo que se revezava no poder há 38 anos. A enorme responsabilidade para o futuro do Amazonas a partir do dia 1º de janeiro de 2019 vai estar depositada nos ombros destes dois jovens, que são os guerreiros da mudança”, disse Luiz Castro.

*Com informações da assessoria.

Anúncio