Em ato falho, Câmara promove Ciro Gomes a chefe da Casa Civil

O erro aconteceu durante a transmissão de uma audiência pública no Espírito Santo e ficou no ar por cerca de duas horas

São Paulo – Um dos grandes adversários políticos do presidente Jair Bolsonaro, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) foi elevado ao status de atual chefe da Casa Civil da Presidência da República. Pelo menos por algumas horas desta sexta-feira (11). Isso porque a página oficial da Câmara dos Deputados no YouTube trocou o nome de Ciro Nogueira, atual chefe da pasta e nome forte do governo Bolsonaro, pelo de Ciro Gomes.

A falha ocorreu durante a transmissão de uma audiência pública para debater a retomada econômica e a geração de emprego e renda no pós-pandemia no Espírito Santo. O presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), participa do encontro.

A legenda do vídeo anunciava a presença: “do Dep. Da Vitória (Presidente do CEDES/CÂMARA), Ministro Ciro Gomes (Casa Civil da Presidência), Presidente Arthur Lira (Câmara dos Deputados), Governador Renato Casagrande (Governo do ES), Presidente Idalberto Moro (SINCADES) e Superintendente Carlos Oliveira (OCB/ES).”

reprodyução-instagram

O evento começou por volta das 9h30. Até as 11h, o ministro Ciro Nogueira, apesar de ter sido confirmado pelos organizadores do evento, não estava na composição da mesa. A correção do nome do ministro foi feita pela página da Câmara por volta das 11h.

Ciro Nogueira é a principal liderança do PP, e articulador político do Palácio do Planalto no Congresso Nacional. O senador licenciado foi nomeado para a Casa Civil em junho do ano passado, representando o Centrão no governo Bolsonaro.

Ciro Gomes, por sua vez, já foi prefeito de Fortaleza, governador do Ceará, ministro da Fazenda no governo Itamar Franco e ministro da Integração Nacional no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do qual hoje também é adversário político.

Anúncio