Em Manaus, Michelle Bolsonaro fala de engajamento de mulheres na política

Michelle também falou sobre a política como uma “ferramenta de transformação” e que as mulheres precisam se posicionar

Manaus – Michelle Bolsonaro esteve presente em um evento do PL Mulher, neste sábado (4), no Centro de Convenções Vasco Vasquez, em Manaus. A ex-primeira dama é presidente nacional do PL-Mulher e discursou para encorajar a presença das mulheres na política.

(Foto: Reprodução)

Durante o evento, Michelle recebeu o Título de Cidadã do Amazonas. A homenagem foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE) em 2023, e é a maior honraria entregue pelo Poder Legislativo Estadual.

O reconhecimento à Michelle se dá pelo trabalho realizado quando esteve à frente do programa Pátria Voluntária, que mobilizou instituições públicas e privadas no Amazonas com doações de mantimentos, fomentos e equipamentos essenciais para Organizações da Sociedade Civil (OSCs), institutos e fundações, entre outras entidades de atendimento a idosos, Pessoas com Deficiência (PcD), pessoas em situação de rua e comunidades indígenas.

No seu discurso, Michelle falou sobre fé cristão e defendeu os princípios conservadores. Ela celebrou a presença das mulheres e o encontro com muitas lideranças municipais.

“Hoje é um dia de festa, de celebração, estivemos em reunião com lideranças municipais aqui em Manaus de onde acreditamos que a transformação virá daqui. Nosso Brasil já está quase todo pintado de rosa. A mulher tem que está em várias esferas do nosso poder, precisamos nos posicionar. Sabemos que a realidade do Norte é muito difícil para muitas famílias, mas agradeço quem conseguiu vim”, disse.

Michelle também falou sobre a política como uma “ferramenta de transformação”, além de falar sobre o governo atual e as próximas eleições: “A gente precisa entender que a política é uma ferramenta de transformação. Quando nosso povo entender que essa ferramenta muda a realidade do Brasil, as coisas vão melhorar muito. Nós precisamos eleger homens e mulheres de bem, para quem eles possam trabalhar pelo povo”, exclamou.

“Aqui vós fala uma mulher comum e simples como vocês. Uma dona de casa que quis ser dona de casa, que quis cuidar dos seus filhos, do seu esposo. Quando você se envolve na política com uma missão fica tudo mais difícil. Graças ao momento que vivemos como primeira-dama e o presidente do brasil o povo sabe escolher. O povo sabe diferenciar de um governo que é capitalista e socialista”, completou.

Ela destacou uma suposta postura do atual governo de desconsideração pelo gênero feminino:  A gente tá vendo um exemplo de misoginia no governo, aquele que usa as mulheres só pra subir a rampa e depois bate a porta na cara delas”, disse.

A ex-primeira dama também falou sobre a presença de mais mulheres do Amazonas representando o estado na esfera da política: “Nós não podemos aceitar que o estado do Amazonas tenha apenas uma deputada estadual. Nós precisamos de mais. Esse vai ser o nosso trabalho para que possamos eleger mais mulheres. Desde quando a humanidade é humanidade, temos grandes mulheres influenciadoras”.

Durante sua fala, Michelle falou sobre os cristão não se posicionarem na política e assim darem espaço para “pessoas más” ocuparem os lugares.”Nós precisamos nos posicionar e assumir espaços na política. Hoje já não existe meio termo”, declarou Michelle. Além de citar que as mulheres não querem competir com os homens, mas sim cooperar e acrescentar.

O evento também contou com a presença de Jair Bolsonaro (PL) e do pré-candidato à prefeitura de Manaus, Capitão Alberto Neto.

 

Anúncio