Em passagem pelo AM, presidente Bolsonaro passeia de moto e participa de evento religioso

O presidente participou de uma motociata pelas principais ruas e avenidas de Manaus

Manaus – Com discurso voltado ao público conservador e afirmando defender a Zona Franca de Manaus (ZFM), o presidente Jair Bolsonaro encerrou sua visita ao estado do Amazonas neste sábado no evento ‘Fruto Fiel’, realizado no Centro de Convenções de Manaus. À tarde, o presidente participou de uma motociata pelas principais ruas e avenidas de Manaus.

No evento evangélico, o presidente defendeu a Zona Franca de Manaus. “A Zona Franca é de 1967, Castelo Branco. O primeiro presidente militar, não seria eu, o sexto, capitão do Exército, que trataria de forma diferente a Zona Franca de Manaus, em grande parte, responsável por manter a Amazônia brasileira. Longe da cobiça internacional”, destacou.

Afinado com temas conservadores, o presidente se dirigiu ao público evangélico com discurso de pautas de costumes. “Obrigado por serem contra o aborto, por serem contra a ideologia de gênero, por serem contra a liberação das drogas e, cada vez mais, defender os valores familiares”, afirmou.

Com o presidente Jair Bolsonaro liderando, os apoiadores deram início a motociata na tarde deste sábado (18) em Manaus às 16h30. Com bandeiras do Brasil, os motociclistas começaram o percurso que saiu da Avenida Coronel Teixeira, bairro Ponta Negra, zona oeste da capital. Durante o passeio de moto, o presidente não usava capacete.

Bolsonaro foi recebido aos gritos e levantado pelas centenas de apoiadores que estavam concentrados na Avenida à espera do presidente. Em menos de um mês, essa é a segunda vez que o presidente tem agenda na capital amazonense.

Em menos de um mês, essa é a segunda vez que o presidente tem agenda na capital amazonense. Bolsonaro chegou na manhã deste sábado (18) e se reuniu com líderes religiosos além de participar de um culto em uma Igreja Evangélica.

Na Ponta Negra, um esquema de segurança foi montado e o policiamento foi reforçado em toda a área. A expectativa do público é alta e a participação no evento é um ato de demonstração de apoio ao presidente.

“A expectativa é ver nosso presidente, a maior força do Amazonas perante a direita. Nós temos que lutar pelo que é bom no Brasil, nós estamos aqui dando apoio ao presidente”, explicou o cirurgião dentista, Silvio Gomes.

A programação da motociata está prevista para percorrer por 48 quilômetros em todas as zonas da capital.

“É um evento importante, o presidente mostra o amor que ele tem pela cidade e o carinho que ele tem pelos amazonenses. Em todos os locais que ele passa, ele faz questão de ir até o povo e a motociata é uma forma de estar próximo da população”, explicou o deputado federal, delegado Pablo.

A motociata acontece na semana em que foram encontrados os restos mortais do jornalista Dom Philips e do indigenista Bruno Pereira na Amazônia. As mortes dos profissionais causaram repercussão em todo o País com a imprensa local e internacional acompanhando o caso.

Veja vídeos:

Anúncio