Ex-procurador Francisco Cruz é o novo consultor e ombudsman do GRUPO DIÁRIO

A empresa destaca que a consultoria do ex-chefe do Ministério Público do Estado é a manifestação na crença do mundo corporativo guiado pela livre concorrência e o respeito as instituições públicas e privadas

Manaus – O GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (GDC) anunciou a contratação do ex-procurador-geral de Justiça do Ministério Público Estadual, Francisco Cruz, como consultor e ombudsman. A iniciativa é um avanço no processo de profissionalização e um canal com a sociedade. A consultoria vai atender a uma sequência de medidas que visam aprimorar a atuação do grupo no setor da comunicação, criado em 1985, com os novos ares da redemocratização do Brasil.

A visão empreendedora do GDC tornou o grupo de comunicação um instrumento de vigilância e defesa permanente da sociedade amazonense. Informação com credibilidade e compromisso com a verdade tornaram a empresa referência no Norte do País.

Além dos empregos diretos e indiretos gerados pelo grupo empresarial, as iniciativas de aprimorar a gestão contribuem para que a rede de comunicação se mantenha como um verdadeiro patrimônio da sociedade amazonense.

A iniciativa do GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO é um avanço no processo de profissionalização e um canal com a sociedade (Foto: Divulgação)

As medidas de aprimoramento da gestão são paralelas ao acompanhamento do avanço tecnológico e seguem as transformações do setor de comunicação que GRUPO DIÁRIO tem feito investimento.

Atualmente, a produção de conteúdo é levada ao público por meio de diferentes canais de distribuição, com a utilização de multiplataformas eletrônicas integradas no formato do audiovisual, além dos produtos impressos, que atingem as várias camadas da sociedade.

A direção do GRUPO DIÁRIO de COMUNICAÇÃO destaca que a consultoria sob a responsabilidade do ex-chefe do Ministério Público do Estado é a manifestação clara de que a empresa mantém sua crença no mundo corporativo guiado pela livre concorrência saudável dentro da lei e o respeito absoluto as instituições públicas e privadas.

Para o advogado Francisco Cruz, nos dias atuais, não se admite relações empresarias que não sejam republicanas e que não visem o bem-estar coletivo. “A iniciativa do GRUPO DIÁRIO é um avanço para a obediência à legislação trabalhista, previdenciária e penal, e se constitui como um canal com a sociedade, além de reduzir a exposição a riscos jurídicos preservando a reputação e o bom nome da empresa”. De acordo com o especialista, a segurança jurídica é garantia do lucro social e financeiro do empreendimento.

Francisco Cruz e o vice-presidente do GRUPO DIÁRIO, Cyro Anunciação (Foto: Sérgio Menezes/GDC)