Familiares do senador Omar Aziz serão transferidos para presídios do Estado

A informação foi confirmada, na tarde desta sexta-feira (19), por meio da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap)

Manaus – A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) confirmou, na tarde desta sexta-feira (19), a transferência de familiares do senador Omar Aziz, ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF) e ao Centro de Detenção Provisória Masculino 1 (CDPM 1), no quilômetro 8 da rodovia federal BR-174. A data da transferência não foi confirmada pela secretaria.

Um advogado também foi preso e será encaminhado Centro de Detenção Provisória Masculino 2 (CDPM 2). Ainda segundo a Seap, os detentos sem Nível Superior, geralmente, ocupam o CDPM 1 e os detentos com Nível Superior o CDPM 2.

A Polícia Federal deflagrou, nesta sexta, a operação ‘Vertex’, desdobramento da ‘Maus Caminhos’, com o objetivo de apurar suspeitas de práticas de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa que, supostamente, envolvem o ex-governador e atual senador Omar Aziz e familiares do parlamentar.

Foram expedidos novos mandados de prisão temporária e 15 de busca e apreensão. O mandado de prisão contra o senador Omar não foi cumprido, conforme informou o delegado Regional de Investigação e Combate ao Crime Organizado, Max Ribeiro, em coletiva de imprensa, nesta sexta. A Polícia Federal confirmou a informação, ressaltando que foram presos apenas familiares do parlamentar, entre eles os irmãos.

De acordo com a assessoria de imprensa do senador, neste momento, ele está em casa reunido com advogados e afirmou que não houve pedido de prisão para ele. Além disso, a assessoria adiantou que o parlamentar ainda não teve acesso aos autos do processo e que sua defesa aguarda ter conhecimento do mesmo para poder se manifestar.

***Matéria atualizada às 16h40

Operação foi deflagrada pela Polícia Federal nesta sexta-feira (19) (Foto: Raquel Miranda/GDC)