Hamilton Mourão: ‘É possível que haja algum apagão’

Aos jornalistas, nesta quarta-feira (1º), o vice-presidente não descartou o risco do Brasil ficar às escuras

Brasília – O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB-RS), afirmou nesta quarta-feira (1º) que a falta de energia pode gerar aumento na inflação. Mourão não descartou um apagão elétrico no Brasil. Sobre o projeto que pode modificar o Marco Temporal das terras indígenas, o vice-presidente disse que essa seria uma matéria “ultrapassada”, já que, para ele, as reservas para os povos originários devem ser as que estavam previstas na Constituição de 1988.

Hamilton Mourão: ‘É possível que haja algum apagão’. (Foto: Reprodução / Luisa Gonzalez)

Crise elétrica

Segundo o vice-presidente, o governo criou uma comissão para acompanhar a situação e tomar as decisões a tempo de não ocorrer racionamento ou apagão, mas a possibilidade é levantada por Mourão. “É possível que haja algum apagão, como o ministro (Bento Albuquerque) falou. Vamos torcer para que a matriz hidroelétrica do Brasil não entre em colapso”, destacou. Mourão afirmou ainda que a maior parte da água do país é utilizada para a agropecuária, a geração de energia. “O consumo humano é a menor parte, então tem que haver uma dosagem disso aí. Vejo que é algo que devemos enfrentar nos próximos anos se não houver uma recuperação plena dos nossos reservatórios”, completou.

O vice-presidente defende que o governo tem tomado as medidas necessárias para amenizar as consequências da crise hídrica no país. “O governo está acompanhando diuturnamente e tomando as medidas necessárias”.

A campanha de redução do consumo da água do governo federal está prevista para começar em setembro, segundo Mourão. “Se [a equipe técnica] não tomou uma medida mais rígida antes, foi porque avaliaram que não era o caso”.

Marco temporal

O vice-presidente ressaltou que essa é uma “discussão ultrapassada”. De acordo com ele, a partir do momento que o legislador constituinte determinou todas as questões relativas à propriedade de terra, omarco temporal estabelecido é o de 5 de outubro de 1988.

“Hoje, temos mais de 900 mil km² de terras indígenas. É o primeiro país do mundo com o maior número de terras indígenas disponíveis para seus povos originais”, disse.

Relação com Bolsonaro

Ao ser questionado sobre a relação com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Mourão afirmou que pode conversar Bolsonaro a qualquer momento. “Sempre tenho assunto para conversar com ele, não falta assunto. Na hora que ele me chamar, eu estou pronto [para conversar]”.

Anúncio