Josué Neto participa de Seminário sobre Zona Franca no TCU

Para o presidente ALE, todos os esforços em defesa do modelo Zona Franca de Manaus devem ser feitos pelos parlamentares da Amazônia Ocidental

Manaus – O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE), Josué Neto (PSD), participou, nesta quinta-feira (11), do Seminário ‘A Importância da Zona Franca de Manaus para o Crescimento do País”, promovido, em conjunto, pelo jornal ‘Correio Braziliense’ e a Academia Brasileira de Direito Tributário (ABDT), no auditório do Tribunal de Contas da União (TCU) em Brasília.

Para o presidente Josué Neto, todos os esforços em defesa do modelo Zona Franca de Manaus devem ser feitos pelos parlamentares da Amazônia Ocidental. “Este evento é mais uma oportunidade de mostrar as contribuições da ZFM para o Amazonas e para o restante do país. Não estamos falando de um simples modelo econômico. Estamos falando da base de sustento de quase 4 milhões de pessoas. Sem a ZFM é muito provável que não tenhamos a produção industrial que temos. Isso significa desemprego em massa, exploração da floresta e despovoamento do Amazonas. Não podemos abrir mão da ZFM e muito menos permitir que se prolonguem as ameaças a ela. Essas ameaças geram insegurança jurídica, fazem com que os investidores queiram sair daqui e afastam novas possibilidades de investimentos”, disse Josué.

O presidente da ALE, deputado Josué Neto (Foto: Divulgação)

O evento foi dividido em três painéis de debate: “A ZFM e o Crescimento da Região Amazônica”; “O Papel da Suframa”; e “O Sistema de Créditos na ZFM: O Crédito Negativo”. “Sabemos do compromisso do presidente Jair Bolsonaro em garantir ao modelo sua competitividade com a manutenção dos incentivos fiscais, mas acima de tudo, de dotar o país de condições comerciais propícias para receber mais investimentos”, afirmou o deputado.