Lula e Bolsonaro lideram votos no Amazonas

Pesquisa do Instituto Diário de Pesquisa indica que a diferença de votos entre os dois é de 11,2%

Manaus – Pesquisa do INSTITUTO DIÁRIO DE PESQUISA (IDP) aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a preferência dos eleitores do Amazonas com 47,5% das intenções de votos, seguido ao atual presidente Jair Bolsonaro (PL) que tem 36,3% dos votos no Estado. A diferença entre os dois é de 11,2%.

(Foto: Montagem D24am / Ricardo Stuckert / Agência Brasil)

Ciro Gomes aparece em terceiro lugar, distante dos primeiros colocados, com 4,8% da preferência dos eleitores do Amazonas.

blank

O levantamento indica ainda que Simone Tebet (MDB) tem 2,6% dos votos, seguidos de João Doria (PSDB), com 2%; André Janones (Avante), 1,6%; e Felipe d’Avila (Novo), com 0,7%.

Os eleitores que responderam não votar em nenhum candidato somam 2,3%. Por sua vez, os votos branco ou nulo totalizam 1,2% e 1% não sabem ou não responderam à pesquisa. Os dados indicam a pesquisa estimulada.

Se considerarmos apenas os votos válidos (sem os brancos ou nulos), o ex-presidente Lula alcança o índice de 47,9% e Jair Bolsonaro 38%, no primeiro turno das eleições.

De acordo com o levantamento, o atual presidente Jair Bolsonaro é o mais rejeitado entre os amazonenses, com 40,7% das pessoas responderam que não votariam em Bolsonaro. O ex-presidente Lula é o segundo mais rejeitado, com 31,1% de entrevistados respondendo que não votar em Lula.

A pesquisa IDP ainda ouviu os eleitores sobre em quem votariam em eventual segundo turno do pleito. Se a disputa de segundo turno ocorrer entre Lula e Bolsonaro, o petista teria 52,4% dos votos dos eleitores amazonenses e Bolsonaro, 39,7%.

blank

Levantamento também quis saber os eleitores como avaliam a avaliação da gestão de Jair Bolsonaro frente à presidência da República. Para 28,5% dos entrevistados, o governo de Bolsonaro é ‘péssimo’; 11,9% consideram o atual governo ‘ruim’; 26,3% avaliam a gestão do governo federal ‘regular’. Ainda segundo a pesquisa, 19,9% dos entrevistados, avaliam atual gestão de Jair Bolsonaro como ‘bom’ e, para 12,6%, o governo atual é ótima.

Quanto à avaliação do governo de Jair Bolsonaro, quem considera o governo “ótimo ou bom” soma 32,5%, e quem acredita que a atual gestão é “ruim ou péssima” soma 40,4%.

blank

Coordenada pelo professor doutor Edmilson de Araújo Silva, matemático e consultor estatístico, a pesquisa ouviu 1,8 mil eleitores em todo Estado, entre 27 de abril e 8 de maio. Além da capital, a pesquisa amostral incluiu 14 municípios selecionados por representarem com maior fidedignidade o eleitorado do interior.

O nível de confiança é de 95%, e a margem de erro estimada é de 2,3 pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento está registrado na Justiça Eleitoral sob a identificação BR-06889/2022.

Para o coordenador da pesquisa Edmilson, os dados indicam que os eleitores, principalmente do interior do Estado, têm boa lembrança da gestão Lula e este deve ser um motivo pela preferência pelo ex-presidente.

“O eleitor do interior ainda está maravilhado com a gestão do governo Lula. O eleitor de hoje acredita que o Lula voltando vai trazer a qualidade de vida que havia nos oito anos em que ele esteve no poder. O eleitor, em geral, está preocupado com ‘dinheiro no bolso’. Por outro lado, Jair Bolsonaro está tendo dificuldade em divulgar os pontos positivos de seu governo”, destacou.

Anúncio