‘Mimos’ de Parintins vão custar R$ 1,6 mi ao Governo do AM

Entre os agrados, estão gastos de R$ 270 mil com petiscos ‘gourmet’ para os comensais no camarote dos convidados vindos do País e do exterior nos três dias de realização do evento

Manaus- O governo Amazonino Mendes gasta R$ 1,6 milhão com ‘mimos’ aos convidados e servidores do Estado em Parintins, durante o Festival Folclórico deste ano que inclui, ainda, pagamento de propaganda na televisão e passeio turístico. Entre os agrados, estão gastos de R$ 270 mil com petiscos ‘gourmet’ para os comensais no camarote dos convidados nacionais e internacionais.

Gastos dos cofres públicos no Festival de Parintins vão além do apoio aos bumbás. (Foto: Sandro Pereira)

Para servir as finas iguarias no camarote oficial do governo, a Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) contratou, sem licitação, empresas de bufê pelo valor de R$ 135 mil, cada. As informações sobre as contratações de bufê foram divulgadas em portarias no Diário Oficial do Estado da última terça-feira (27).

Nas publicações é informado que os pratos serão servidos nos três dias do festival e têm como objeto “prestação de fornecimento de alimentação básica tipo buffet, a ser servido em camarote para convidados nacionais e internacionais, no período de 29.06 a 01.07.2018, durante o Festival Folclórico de Parintins/2018”, consta no documento.

Nas portarias não são especificadas o tipo de alimentação a ser servida, mas nas páginas da internet, as empresas detalham os tipos do serviços de alimentação.Entre os pratos servidos estão pirarucu de casaca, cordeiro ao molho de vinho, suflê de goiaba entre outras finas iguarias e pratos principais.

Os convidados do Festival terão, ainda, direito a um passeio fluvial. Para fornecer esta comodidade, o Governo do Amazonas, por meio da Amazonastur, contratou a empresa Amazon Best Turismo e Eventos Ltda. ao custo de R$ 48 mil para “conduzir os operadores de turismo em uma tarde de lazer pelo Rio Amazonas”, outro serviço realizado sem passar por processo licitatório.

Apenas o aluguel de um camarote com capacidade para 40 pessoas, o Estado pagará R$ 60 mil também para a empresa Amazon Best. O maior gasto registrado no Diário Oficial é destinado ao fornecimento de alimentação preparada para refeições café, almoço, lanche e jantar para a equipe técnica do Governo do Amazonas que estarão desenvolvendo atividades durante o evento, que totaliza R$ 511 mil a serem pagos à empresa Tupã Importação Ltda. A mesma empresa também aluga carros, vans e sedans ao custo total de R$ 224 mil.

Outro custo que chama a atenção é a contratação, sem licitação, da empresa Topsports Ventures Ltda. por R$ 500 mil para produção e veiculação internacional de duas peças publicitárias, para divulgação do Festival e o Campeonato de Pesca na Amazônia, na Cable News Network (CNN). A reportagem procurou o governo do Estado para comentar os gastos, mas, até o fechamento desta edição, não recebeu as respostas aos questionamentos enviados por e-mail.

`MIMOS`COM O FESTIVAL DE PARINTINS VÃO CUSTAR AO GOVERNO MAIS DE R$ 1,6 MIL

˜Mimos˜ com Festival de Parintis vão custar ao governo mais de R$ 1,6 Mil #D24am

Posted by D24am on Saturday, June 30, 2018

Anúncio