Ministro da Justiça manda PF investigar vídeo que simula atentado contra Bolsonaro; veja vídeo

No vídeo é possível observar um ator simulando andar em uma motociata e, logo depois, aparece caído no chão ensaguentado

Brasília – O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, afirmou neste sábado (16) que encaminhou à Polícia Federal (PF) os vídeos que mostram a encenação de um atentado contra um personagem caracterizado como o presidente Jair Bolsonaro (PL). O ministro também determinou a abertura de um inquérito policial.

(Foto: Reprodução / Twitter)

“Circulam nas redes fotos e vídeos de um suposto atentado contra a vida do presidente Bolsonaro. Produção artística? Estamos estudando o caso para avaliar medidas cabíveis e apurar eventuais responsabilidades. As imagens são chocantes e merecem ser apuradas com cuidado”, publicou o ministro por meio da sua conta no Twitter.

No vídeo é possível observar um ator simulando andar em uma motociata e, logo depois, aparece caído no chão ensaguentado e uma espécie de flecha no pescoço, como se tivesse sofrido um atentado. As imagens circularam intensamente nas redes sociais principalmente na de apoaidores do presidente, que criticaram as cenas.

O vice-presidente Hamilton Mourão chamou as imagens de “ato imoral à nação e ao governo”. Ministros, deputados aliados do presidente, apoiadores e até ex-aliados de Bolsonaro, como o ex-juiz Sergio Moro, criticaram o vídeo

Veja vídeo:

Anúncio