Morre o ex-ministro Gustavo Bebianno

Ele foi ministro da Secretaria-Geral da presidência da República, foi presidente do PSL e coordenou pessoalmente a campanha de Jair Bolsonaro à presidência

Brasília – Morreu na madrugada deste sábado (14), o ex-ministro Gustavo Bebianno, de 56 anos. Ele estava em sua casa, em Teresópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, quando passou mal. A informação foi confirmada pelo empresário Paulo Marinho, amigo de Bebianno e atual presidentel do PSDB no Rio de Janeiro, partido pelo qual Bebianno pretendia disputar a prefeitura do Rio.

A principal hipótese é que ele tenha sofrido um infarto. Ainda não foi informado o local do velório e sepultamento. Bebianno foi ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República. Ele foi presidente do PSL, coordenando pessoalmente a campanha vitoriosa de Jair Bolsonaro à residência da República. Ficou pouco tempo no cargo, saindo após divergências internas.

Bebianno conheceu Bolsonaro em 2017, quando se prontificou a atuar como advogado da campanha. Em sua página no Twitter, o PSDB lamentou a morte de Bebianno.

Gustavo Bebianno, ex-secretário-geral da Presidência da República (Foto: Fátima Meira/Agência Estado)