MP alerta artistas para evitarem show na festa da Prefeitura de Coari

Marília Mendonça, Léo Santana e a dupla Matheus e Kauan correm risco de serem processados. Os pagamentos dos artistas somam R$ 1,033 milhão

Manaus – O Ministério Público do Amazonas (MP-AM) expediu recomendações às produtoras dos artistas Marília Mendonça, Léo Santana e a dupla Matheus e Kauan para que não se apresentem na 86ª Festa de Aniversário da cidade de Coari sob risco de serem processados por improbidade. As recomendações foram publicadas na segunda-feira (16), no Diário Oficial do MP-AM, e foram assinadas pelos promotores de Justiça Flávio Silveira, Weslei Machado, Armando Gurgel Maia, José Augusto Taveira Júnior, Leonardo Tupinambá do Valle e Sarah Cruz Leão.

Artistas estão com agenda de show no aniversário de Coari. (Foto: Divulgação)

Os pagamentos dos três artistas somam R$ 1,033 milhão.

Nas recomendações, o MP-AM informa que a cidade de Coari está com a folha de salários dos servidores públicos atrasada e, ainda assim, mantém eventos festivos “à revelia do pagamento de salários, pensões e aposentadorias atrasados do funcionalismo”.

Em nota divulgada no domingo (15), a Prefeitura de Coari afirma estar com as contas municipais em dia e decisão judicial favorável à realização do aniversário de Coari e, “mesmo assim, o órgão ministerial quer impedir o evento e tenta intimidar as atrações”.

A nota aponta decisão do juiz da Comarca local, André Luiz Muquy, que concedeu liminar, no último dia 8, para a realização da festa e afirma que o MP tenta descumprir ordem judicial, no que foi rebatido pelos promotores.

Para Flávio Siqueira, a manifestação foi fundamentada na lei de improbidade e na lei anticorrupção empresarial.

Anúncio