No Dia contra Discriminação Racial, Luis Mitoso defende lei de sua autoria 

O parlamentar é o autor da Lei Municipal nº 2009/2015, que instituiu no calendário oficial de Manaus

Manaus- No Dia Nacional de Combate à Discriminação Racial, celebrado nesta segunda-feira (3), o vereador Luis Mitoso (PTB) chamou atenção para o tema no plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM).

(Foto: Assessoria do vereador Luis Mitoso)

O parlamentar é o autor da Lei Municipal nº 2009/2015, que instituiu no calendário oficial de Manaus o Dia Municipal da Diversidade Étnico-Racial, a ser celebrado anualmente no dia 21 de março.

“A inclusão no calendário do Município estabelece uma data de referência para o encontro de vontades entre o Poder Público, sociedade civil e entidades representativas visando uma mudança baseada no resgate de valores e no desenvolvimento de atitudes responsáveis, das quais depende a verdadeira cidadania e a busca de uma sociedade menos violenta capaz de assegurar a igualdade, não a formal, já prevista na lei, mas a material, aquela concreta e vivenciada por cada cidadão”, ilustrou.

Luis Mitoso que também é presidente da Comissão de Esportes da Casa, relembrou o caso envolvendo o atacante Vinicius Júnior, do Real Madrid e da Seleção Brasileira, que sofreu, em maio, insultos racistas de torcedores do Valencia na Espanha, no Estádio de Mestalla.

“Há pouco tempo, o mundo inteiro se indignou com os atos de racismo contra o jogador Vinicius Júnior, um ícone do esporte brasileiro, e que tem sido vítima de muitas discriminações. São cada vez mais frequentes episódios de racismo aberto nas redes sociais e na mídia, o que denota uma grave questão social que é o problema do desrespeito à diversidade étnico-racial, apesar de ser um direito assegurado constitucionalmente”.

Mitoso completou pontuando que preconceito, estigmas, conflitos e violência são resultados dessa intolerância que é, antes de tudo, “uma questão cultural e educacional que deve ser mudada”.

Anúncio