PL que prioriza atendimento a diabéticos recebe parecer favorável na Câmara Municipal

Nesta terça-feira (9), o Projeto de Lei quer prioridade para diabéticos em hospitais, clínicas, postos de saúde e laboratórios, credenciados ou não à Rede Municipal de Saúde

Manaus – Um Projeto de Lei (PL) quer prioridade no atendimento em unidades de saúde para pacientes de diabetes. Nesta terça-feira (9), a iniciativa foi discutida no plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM). O Projeto de Lei nº. 251/2018 é de autoria do vereador Hiram Nicolau (PSD). O projeto recebeu parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Câmara Municipal, segundo informou Nicolau.

De acordo com o projeto, hospitais, clínicas, postos de saúde e laboratórios de coleta
de sangue, públicos e privados, credenciados ou não à Rede Municipal de Saúde,
deverão oferecer atendimento diferenciado aos portadores de diabetes, pacientes que
fizerem exames em jejum, dando-lhes prioridade desde a triagem.

Pacientes com diabéticos são vulneráveis a longas esperas (Foto: Divulgação)

A prioridade se equipara à dos idosos, deficientes e gestantes, devido ao risco de hipoglicemia que
afeta os portadores desta doença quando se encontram em jejum prolongado.

“O diabético em jejum corre um grande risco de ter uma hipoglicemia, que pode causar tonteira, desmaio e, em casos mais graves, ataques epiléticos e até a morte.  É uma medida para que a gente possa preservar a saúde das pessoas nessa condição”, afirmou o parlamentar, acrescentando que o projeto recebeu parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Câmara
Municipal.

Para comprovar ter a doença, o paciente deve apresentar documentação (carteirinha do
diabético) que é portador de diabetes. Com o documento em mãos, a rede de serviço
responsável pela coleta de sangue deve identificar, no início do atendimento (triagem),
os pacientes portadores de diabetes para que seja dada prioridade aos exames.

Na Câmara, o projeto nº 251/2018 foi aparteado pelos vereadores Chico Preto (PMN),
Gedeão Amorim (MDB), Cláudio Proença (PR), Dante (PSDB), coronel Gilvandro Mota
(PTC), pelo presidente da casa vereador Joelson Silva (PSDB) e aprovado por
unanimidade. Agora vai à 3ª Comissão de Finanças, Economia e Orçamento.

Anúncio