Prefeito destaca ‘saúde fiscal’ durante abertura dos trabalhos na CMM

O ano Legislativo na Câmara Municipal de Manaus teve início nesta terça-feira, com leitura da mensagem governamental do prefeito Arthur Neto

Manaus – O prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto (PSDB) abriu o ano Legislativo na Câmara Municipal de Manaus (CMM), nesta terça-feira (6), com a leitura da mensagem governamental onde ele deu destaque ao que chamou de ‘saúde fiscal’.

“Manaus está saudável; somos ‘Triplo A’ e isso é sinônimo de bom pagador e de boa governança. Manaus privilegiou o ajuste fiscal para um acerto de contas. Como senador, já previa, assim como analistas, que a economia não ficaria sempre na balança. Ainda mais após o governo Lula e pior no governo Dilma. O Brasil mergulhou numa crise e recessão que levou 30 meses nossos. Mas acredito que o Brasil voltará aos padrões de 2014 lá em 2024”, disse.

Prefeito destaca ‘saúde fiscal’ durante abertura dos trabalhos na CMM (Foto: Marcio James/Divulgação Semcom)

Arthur, que em um momento da leitura da mensagem quebrou o protocolo e decidiu não usar o discurso escrito, também defendeu as reformas propostas pelo governo federal. “Vejo meu partido se escondendo nessa questão. Não se pode ter medo de perder voto. Eu não tenho medo disso. Eu não me elegi deputado e senador para se eleger de novo, mas para cumprir meu mandato. Não podemos tomar decisões levianas”, afirmou.

Ele lamentou o fato do Brasil estar sendo ultrapassado por países como Colômbia, Peru e Chile, por conta da demora na aprovação das reformas. Ele também destacou que, apesar das dificuldades financeiras de todo o País, Manaus não foi, segundo ele, brutalmente afetado pela crise por conta da gestão. “A crise não nos pegou de calças curtas, pois, aqui, governa quem denunciou isso lá atrás”, disse.

O prefeito também prestou contas de alguns setores da administração pública, como na educação, onde, segundo ele, há um projeto para a construção de 29 unidades escolares ainda em 2018, com recursos oriundos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), na ordem de aproximadamente R$ 150 milhões. “Essas unidades farão parte do Projeto de Expansão e Melhoria Educacional (Proemem)”, ressaltou.

Na questão de infraestrutura, Arthur afirmou que, ao longo de 2017, ela foi uma das prioridades da gestão dele. Como meta para 2018, entre outras ações, o prefeito afirmou que pretende entregar o primeiro bairro modelo da cidade, o Águas Claras, que fica no Novo Aleixo, zona norte da cidade.

Arthur Neto destacou que, em 2017, Manaus tornou as suas ações mais solidárias. “O Fundo Manaus Solidária (FMS) chegou para dar um novo horizonte de possibilidades no atendimento aos menos favorecidos (…) é uma covardia o que tentaram denegrir esse Fundo. Ano passado não havia verbas para ele e disseram levianamente que esse dinheiro foi mexido. Eu digo que esse ano o FMS receberá mais recursos, pois somos um governo que gosta do povo, gosta das pessoas”, ponderou.

Conforme o prefeito, neste ano a Secretária Municipal de Saúde (Semsa) terá como principal meta fortalecer a Atenção Básica, com a expansão da cobertura para 60%. “Também vamos criar a Escola de Saúde Pública com custos baixíssimos para treinarmos uma mão de obra. Concurso público será aberto para novos servidores, para aproveitarmos melhor o espaço físico das nossas UBSs”, ressaltou.

Ele destacou, ainda, que desde que assumiu a prefeitura buscou trabalhar para que a Manaus Previdência saísse da situação de alto comprometimento dos recursos destinados ao pagamento de aposentadorias e pensões para atingir o patamar de boa referência de estrutura organizacional no setor.

Anúncio