Presidente da CMM faz balanço e fala da regulamentação de aplicativos de mobilidade urbana

O vereador Joelson Silva participou do programa ‘DIÁRIO DA MANHÃ’, da RÁDIO DIÁRIO 95,7, nesta terça-feira (11)

Manaus – A regulamentação para os motoristas de aplicativo de mobilidade urbana deve ser enviada à Prefeitura de Manaus ainda neste semestre. Foi o que afirmou o vereador Joelson Silva (PSDB), presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), durante entrevista à RÁDIO DIÁRIO 95,7, na manhã desta terça-feira (11).

O vereador relembrou que três audiências públicas foram feitas para debater a necessidade dos aplicativos de mobilidade urbana, durante o primeiro semestre, e que a maioria dos vereadores é a favor da lei de regulamentação. “Nós avançamos bastante, diferente de outras cidades. Vamos agora passar para a parte das comissões, analisar as emendas que foram feitas pelos vereadores, e estamos trabalhando para que até o dia 19 de junho votar em plenário e mandarmos a lei para o prefeito sancionar”, disse. Ele ressaltou, ainda, que, caso os vereadores não consigam votar a regulamentação até o dia 19, ela deve ser a votação de prioridade na volta do recesso parlamentar.

O presidente da CMM, vereador Joelson Silva (PSDB) (Foto: Raquel Miranda)

Durante a entrevista, Joelson Silva revelou acreditar que haja a regulamentação, já que os próprios vereadores entendem que os aplicativos de mobilidade urbana já fazem parte do cotidiano da população. “A maioria dos vereadores é favorável a regulamentação, inclusive eu. Evidentemente que precisa ser criada uma forma para que os taxistas tenham direito também de ter a possibilidade de disputar este mercado de passageiros”, falou.

Balanço

O presidente da CMM destacou, também, as ações que a casa teve nestes seis primeiros meses do ano. Só nesta segunda-feira (10), o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, sancionou 11 leis de propositura dos vereadores. “Esses seis meses foram muito bons no que diz respeito a produtividade dos vereadores e até para o próprio parlamento. Nós temos dado instrumentos para facilitar o trabalho dos vereadores, investindo nas comissões para que elas possam sair e fazer os seus trabalhos”, explicou Joelson.

O vereador afirmou que a Comissão dos Direitos do Consumidor e a Comissão dos Direitos e Defesa dos Direitos da Mulher têm salas específicas, para que possam fazer parte dessa rede de órgãos públicos facilitando assim o acesso à população. “Vamos continuar como todo o trabalho que já vem sendo desenvolvido e aperfeiçoar, principalmente, o processo de digitalização, para que o munícipe tenha acesso facilitado às leis e a todo o trabalho administrativo realizado na câmara municipal”, finalizou o vereador.