Proposta na ALE quer indenização para profissionais da saúde vítimas fatais da Covid

De acordo com o texto, o valor de R$100 mil deve ser assegurado em período máximo de seis meses, a partir da data do falecimento, ao respectivo dependente

Manaus – O deputado estadual Delegado Péricles (PSL) apresentou à Assembleia Legislativa do Estado (ALE) um Projeto de Lei (PL) que institui a obrigatoriedade de pagamento de indenização aos dependentes de profissionais de saúde e da segurança pública vítimas fatais da Covid-19 no Estado. De acordo com o parlamentar, o valor de R$100 mil deve ser assegurado em período máximo de seis meses, a partir da data do falecimento, ao respectivo dependente.

“Nossos profissionais de saúde e segurança têm trabalhado no limite. A falta de EPIs, de salários – no caso da saúde -, de condições adequadas que garantam o combate eficaz do coronavírus em nosso Estado têm deixado todos profissionais expostos, têm reduzido ainda mais o quadro na ativa, sendo que a maioria deles têm adoecido e alguns, infelizmente, falecido”, disse.

Ainda segundo o parlamentar “todos eles seguem atuando para garantir que nossas famílias estejam protegidas durante esse momento de pandemia. De igual forma expostos pelo exercício e equipamentos insuficientes. É justo que todos os dependentes desses servidores públicos tenham direito assegurado por meio de projeto”, defendeu.

Péricles afirma ter mantido contato direto e diário com profissionais dos dois segmentos e acompanhado todo o drama vivenciado por eles.

Proposta para indenização de profissionais da saúde vítimas fatais da Covid-19 foi apresentada à ALE (Foto: Alberto César Araújo/ALE)