Reunião virtual reduz em 66% pauta presencial da CCJR

A primeira reunião física, após adoção do novo procedimento, foi realizada nessa quarta-feira (16), no auditório Beth Azize, e trouxe apenas 20 PLs para a pauta

Manaus – A implantação de reunião virtual pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE), já apresentou redução de 66% no número de projetos a serem obrigatoriamente discutidos em comissão presencial.

A primeira reunião física, após adoção do novo procedimento, foi realizada nessa quarta-feira (16), no auditório Beth Azize, e trouxe apenas 20 PLs para a pauta. Quarenta dos previstos para a mesma reunião foram deliberados ainda em ambiente virtual.

A primeira reunião virtual de CCJR foi disponibilizada para análise dos parlamentares integrantes no período de 30 de setembro a 4 de outubro (Foto: Divulgação/José Zamith)

“É a otimização de tempo e recursos no processo legislativo. Os resultados positivos já foram vistos hoje. Em reunião que deveria trazer a discussão sobre 60 projetos, hoje tivemos apenas 20. Os outros foram deferidos e encaminhados para devidas comissões logo após a reunião virtual. A tecnologia aliada ao legislar dará cada vez mais o dinamismo pretendido à CCJR”, explicou o presidente da comissão, deputado Delegado Péricles (PSL).

A primeira reunião virtual de CCJR foi disponibilizada para análise dos parlamentares integrantes no período de 30 de setembro a 4 de outubro. Nesta metodologia, os deputados podem apresentar destaques, caso achem necessário. A solicitação deve ser feita formalmente via memorando ou por email pré-estabelecido e informado aos parlamentares e assessorias. Os que recebem solicitações são inseridos automaticamente na pauta de reunião presencial. Os que não tiverem pronunciamento no prazo estabelecido são provados pela CCJR e encaminhados.