Ronaldo Nogueira é exonerado da presidência da Funasa

Na última quinta-feira (6), a Polícia Federal (PF) deflagrou a operação ‘Gaveteiro’, para apurar o desvio de valores do então Ministério do Trabalho, do qual Nogueira era titular

Brasília – O Diário Oficial da União publicou, nesta quarta-feira (12), a portaria da Casa Civil da Presidência da República com a exoneração, a pedido, do presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Ronaldo Nogueira.

Na última quinta-feira (6), a Polícia Federal (PF) deflagrou a operação ‘Gaveteiro’, para apurar o desvio de valores do então Ministério do Trabalho, por meio da contratação de uma empresa do ramo da tecnologia da informação, em Goiás e em mais cinco estados.

Nogueira, que esteve à frente do ministro do Trabalho entre 2016 e dezembro de 2017, está entre os investigados na operação. Segundo a PF, o esquema criminoso desviou mais de R$ 50 milhões do ministério.

Ronaldo Nogueira foi exonerado nesta quarta-feira (12) (Foto: Marcelo Casal Jr./ABr)

Anúncio