TCE entrega colar do Mérito de Contas a 23 pessoas e Amazonino fala pelos agraciados

“Quem não defende a Amazônia é brasileiro pela metade”, disse o ex-governador Amazonino Mendes.Foi com essa fala que o homenageado recebeu o Colar do Mérito de Contas, e que estava honrado em receber a honraria

(Foto: Divulgação / TCE)

Manaus – O encerramento das comemorações de 71 anos do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM),  23 pessoas foram condecoradas com o Colar do Mérito de Contas, entre elas, o ex-governador Amazonino Mendes, que representou os demais agraciados. Também foram agraciados o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luiz Roberto Barroso, e Rosemary Pinto (In memoriam) ex-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) que morreu vítima da Covid.

“Entregamos o Colar pelas realizações e os méritos destes cidadãos amazonenses. São merecedores do especial reconhecimento do nosso querido Tribunal de Contas do Estado do Amazonas. O momento exigia sacrifícios, dedicação e solidariedade, coisas que os agraciados se esmeraram em fazer”, frisou o presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello.

blank

(Foto: Divulgação / TCE)

“O TCE-AM fez uma demonstração de grande significado para as personalidades que receberam o colar. Quero agradecer, também, aos gestores e figuras homenageadas, pela dedicação que os trouxeram até aqui”, Amazonino Mendes. O ex-governador lembrou que sempre teve todas as contas aprovadas pelo Tribunal, o que torna o recebimento da comenda ainda mais especial e significativo.

“Quem não defende a Amazônia é brasileiro pela metade”, disse o ex-governador. Foi com essa fala que  Amazonino recebeu o Colar do Mérito de Contas, e que estava honrado em receber a homenagem.

Amazonino destacou a disputa judicial contra São Paulo em defesa da Zona Franca de Manaus no Supremo Tribunal Federal (STF). “Nesse embate tivemos o voto memorável do ministro Marco Aurélio Mello, primo do presidente do TCE-AM, Mário de Mello, que votou favorável aos interesses do Amazonas.

O Colar do Mérito de Contas do TCE-AM é tradicionalmente concedido a membros públicos e da sociedade civil que ganharam notoriedade no serviço à sociedade amazonense. Entre os 23 homenageados estão gestores públicos, membros do judiciário, professores, profissionais da saúde e membros da sociedade civil.

Anúncio