TJAM empossa quatro novos juízes, dentre os quais marido e mulher

A solenidade de posse ocorreu nesta terça-feira (4), na sede do Poder Judiciário, e foi conduzida pelo presidente da Corte, desembargador Yedo Simões

Manaus – O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) deu posse, nesta terça-feira (4), a quatro novos juízes substitutos de carreira. Após participação em curso de formação inicial obrigatório, os magistrados serão designados para reforçar o atendimento do Poder Judiciário no interior do Amazonas.Aprovados em concurso público, foram empossados pelo presidente da Corte, desembargador Yedo Simões, os magistrados: Clarissa Ribeiro Lino e David Nicollas Vieira Lins e, ainda, Janeiline de Sá Carneiro e Danny Rodrigues Moraes, os dois últimos: marido e mulher.

Natural de Rio Branco (AC), Clarissa Ribeiro Lino tem 33 anos; é bacharel em Direito pela Universidade do Norte; advogada; pós-graduada pelo Instituto Jurídico Damasio de Jesus e é ex-assessora jurídica da Procuradoria-Geral do Estado do Acre. Nascido em João Pessoa (PB), David Nicollas Vieira Lins tem 36 anos; é bacharel em Direito pelo Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ); pós-graduado em Processo Civil pela Faculdade Venda Nova do Imigrante (FAVENI) e foi aprovado aos 18 anos no cargo de técnico de serviços judiciários do Tribunal de Justiça da Paraíba, onde, atualmente, vinha exercendo em cumulação o cargo de assessor de desembargador.

Os quatro novos magistrados foram empossados, nesta terça-feira (4) (Foto: Divulgação/Raphael Alves)

Marido e mulher

Nascidos no estado do Ceará, Janeiline de Sá Carneiro e Danny Rodrigues Moraes são casados e foram, também, empossados como juízes substitutos de carreira da Justiça Estadual. Com 30 anos completos e natural da cidade de Sobral (CE), Janeiline de Sá Carneiro formou-se em Direito pela Universidade Federal do Ceará, trabalhou como advogada e foi também servidora pública do Poder Judiciário da União.

Danny Rodrigues Moraes tem 31 anos, é bacharel em direito pela Universidade de Fortaleza, foi aprovado por três vezes para o cargo de juiz substituto e sempre teve como sonho retornar ao Amazonas, Estado onde cresceu. Os quatro novos magistrados foram nomeados pelo presidente do TJAM por meio dos Atos 353, 354, 355 e 356, conforme publicação na edição de 19 de dezembro de 2019 do Diário da Justiça Eletrônico (DJE). Os magistrados foram aprovados na 56.ª, 57.ª, 58.ª e 59.ª colocação em concurso público, no qual, outros 55 aprovados já haviam sido empossados e estão atuando na Justiça Estadual.

Acolhida

Ao dar posse aos quatro novos juízes, o presidente do TJAM afirmou que com um grande entusiasmo o Poder Judiciário dá as boas-vindas aos novos magistrados para reforçar o atendimento judiciário em prol da sociedade. “O Amazonas é um Estado diferenciado por conta de suas características e, ao dar as boas-vindas em nome da Corte, destaco que é importante que cada um dos senhores tenham a consciência de que é necessário, em seu ofício, igualar-se à condição de cada jurisdicionado, que esperam dos juízes humildade e seriedade para atendê-los em suas demandas, levando consigo, em suas atitudes, o nome do Poder Judiciário. Da mesma forma, nestas palavras de boas-vindas, destacamos que os senhores encontrarão no Poder Judiciário do Amazonas um Tribunal com estrutura tecnológica que é uma das mais modernas do País e que vem conquistando todas as Metas Nacionais”, afirmou o desembargador Yedo Simões.

Anúncio