“Um deslumbrado, sem autoridade, fraco politicamente”, diz Marcelo Ramos sobre governador do AM

O deputado encerrou o discurso traçando duras críticas ao governador Wilson Lima

Brasília – Na tribuna da Câmara dos Deputados, em Brasília, o deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM) prestou solidariedade aos servidores públicos do Amazonas e denunciou o projeto de lei que prevê o congelamento dos salários do funcionalismo público estadual por dois anos, numa medida que ele chamou de “irresponsável e provocativa com os servidores”, por parte do governador do Estado.

Marcelo Ramos discursou em favor das categorias da Saúde, Educação e Segurança Pública que decidiram paralisar as atividades em protesto a medida do Governo do Amazonas (Foto: Divulgação)

“Em 100 dias de governo, as dispensas de licitações promovidas pelo governador do Estado do Amazonas significaram a dispensa de R$ 1 milhão por dia. Acaba de encaminhar um projeto para Assembleia Legislativa, que foi aprovado, impedindo o reajuste de servidores nos próximos dois anos, sem ter nenhuma expectativa de como a economia vai se comportar”, ressaltou Ramos.

Marcelo Ramos discursou em favor das categorias da Saúde, Educação e Segurança Pública que decidiram paralisar as atividades em protesto a medida do governo. O deputado destacou o cancelamento das cirurgias eletivas na rede pública devido ao débito (de R$ 8,2 milhões) com o Instituto de Cirurgia do Estado do Amazonas (Icea).

“Eu quero prestar minha solidariedade com os servidores da Educação, da Saúde, da Segurança Pública do Estado do Amazonas, que estão em greve por tempo determinado. Acima de tudo, prestar solidariedade ao povo que, no final, o resultado da greve recai mais duramente sobre as costas do cidadão”, declarou.

O deputado encerrou o discurso traçando duras críticas ao governador Wilson Lima. “Um governador deslumbrado, sem autoridade, fraco politicamente, que não governa, que não entende como funciona o Estado e que tem trazido muita frustração”, concluiu o parlamentar.

Anúncio