Wilson Lima e Marcellus Campêlo são incluídos no relatório da CPI, confirma Renan

As informações também foram confirmados pelo senador Renan Calheiros antes da leitura do relatório nesta terça-feira

Brasília – O governador Wilson Lima e ex-secretário de saúde do Estado, Marcellus Campêlo, foram incluídos no relatório final  da CPI da Pandemia, além dos 10 nomes já incluídos na lista. A decisão foi de última hora e confirmada em entrevista pelo senador Renan Calheiros antes da leitura do relatório nesta terça-feira (26). O relator leu os nomes do governador e do ex-secretário.

(Foto: Sandro Pereira/Arquivo-GDC)

Além das 76 pessoas e duas empresas indiciadas na última versão do relatório da CPI da Pandemia, o relator Renan Calheiros incluiu o governador da Amazonas, Wilson Lima, e o ex-secretário de do Estado Marcellus Campêlo no documento. Renan atendeu ao pedido do senador Eduardo Braga.

“O governador e o secretário, eles foram enquadrados e indicados pela participação deles no episódio do Amazonas, foi isso apenas”, disse, durante entrevista coletiva nesta terça-feira antes do início da reunião do colegiado.

No parecer de Renan protocolado às 10h, o relator havia solicitado que Wilson Lima fosse investigado, mas não incluiu o governador na lista de indiciados, como havia sido solicitado pelo senador Eduardo Braga (MDB-AL).

Acompanhe CPI:

*** Mais informações em instantes ****

Anúncio