Wilson Lima terá sete veículos blindados

Estado quer alugar sete veículos blindados de luxo para o chefe do Executivo e funcionários do gabinete, entre SUVs e picapes, além de sedans com proteção para suportar até tiros de submetralhadora

Manaus – Eleito com discurso de proximidade junto ao povo, a gestão de Wilson Lima está literalmente ‘blindando’ o governador. O Estado vai promover licitação para alugar sete veículos blindados de luxo para o chefe do Executivo e funcionários do gabinete. A licitação prevê aluguel por um ano de carros de luxo SUV e picapes, além de veículos sedan com proteção capaz de suportar até tiros de submetralhadoras.

O processo de licitação iniciou, no último dia 7, com o começo do período de inscrição das empresas interessadas em participar da concorrência e deve ser finalizado, na próxima quarta-feira (20), com a sessão de aberturas das propostas.

De acordo com dados disponíveis no portal e-Compras, o governo do Estado pretende alugar três picapes blindadas com total de 1.080 diárias, quatro veículos Sedan blindados (modelos Cruze, Corolla, Fluence, Civic, Jetta ou similar) com 1.440 diárias, além de dois veículos SUV blindados (modelos Sorento, Hilux SW4, Freemont, Trailblazer, Pajero ou similar) com total de 720 diárias.

O GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (GDC) pesquisou o aluguel de modelos semelhantes blindados no Rio de Janeiro e levantou os seguintes dados: Uma diária de uma picape blindada pode chegar a R$ 3,5 mil; a diária de um SUV blindado alcança a cifra de R$ 1,5 mil; e, por fim, a de um Sedan blindado, R$ 1.030. Caso as cifras se assemelhem com a licitação, o Estado pode gastar até R$ 6 milhões por um ano de aluguel.

O projeto básico do pregão eletrônico justifica o aluguel afirmando que, atualmente, a Casa Militar não possui estrutura adequada para atender ao governador e o gabinete. “A Secretaria de Estado da Casa Militar, não dispõem de veículos duas rodas em quantidade suficiente e tampouco veículos blindados, para atender prioritariamente as demandas com a logística de transporte terrestre necessário para atender a estrutura organizacional do Gabinete do Governador, com vistas a facilitar as atividades desenvolvidas, agilizando o transporte do Exmo. Sr. Governador do Estado, Vice-Governador, outros dignitários, servidores e escoltas, bem como dar maior celeridade na resolução dos problemas com maior eficiência, segurança, com nível qualidade aceitável”.

Em outro trecho do projeto, sob responsabilidade do chefe da Casa Militar Fabiano Machado Bó, é citado que o combustível, a condução e qualquer multa de trânsito, caso houver durante o período de locação dos veículos, serão de responsabilidade do Estado e os veículos deverão ser zero quilômetro e entregues no prazo máximo de 30 dias.
O projeto básico exige que o nível de blindagem nos veículos será III-A. O jargão técnico indica que este nível de blindagem é capaz de suportar disparos de armas como a Magnum 357, 9mm (pistolas e submetralhadoras), espingardas calibre 12 e Magnum .44.

O projeto também prevê que o fornecedor deverá disponibilizar nove giroflex vermelhos com sirenes de emergência com base imã e nos veículos SUV, picape e sedan executivo devem ter película insulfilm, sensor de ré e farol de milha. Além dos veículos blindados, a licitação ainda pretende alugar sete motocicletas modelo off-road e outras quatro de 250 cilindradas.

Um dos veículos de luxo do tipo SUV é a Hilux SW4, da Toyota (Foto: Divulgação)

Casa Militar diz que medida visa segurança e regularizar serviço

O secretário-chefe da Casa Militar, Fabiano Bó informou, por meio da Secretaria Municipal de Comunicação (Secom), que a atual gestão está promovendo a licitação para regularizar a situação de locação de veículos blindados e motocicletas a serem utilizados pela Casa Militar porque, atualmente, não dispõe de veículos blindados para atender a logística de transporte terrestre necessário à estrutura do Gabinete do Governador no que tange ao serviço de transporte governador do Estado, vice-governador, servidores e escoltas, em razão de decisões judiciais ou requisição do Ministério Público.

“O processo tornar-se, ainda, mais vantajoso para administração pública, em virtude, principalmente, da isenção dos serviços de manutenção por parte da contratante, diminuindo em grande escala os gastos com esse setor e da maior disponibilidade de veículos para utilização”, afirmou.

O chefe da Casa Militar informou, ainda, que existia um processo licitatório PE n° 259/18, referente a locação de veículos blindados e motocicletas que estava na fase externa, junto à Comissão Geral de Licitação do Estado (CGE), e se encontrava impedido de ser adjudicado, por força de decisão judicial desde 2 de maio de 2018.

“Porém, no dia 7 de janeiro de 2019, foi publicado no DOE (Diário Oficial do Estado), a Resenha 001/19 – CGL que tornou pública a Revogação do PE n° 259/18, referente a locação de veículos blindados e motocicletas. Assim a abertura de tal processo visa dar continuidade ao processo que foi aberto no ano de 2017”.

Quanto ao nível de blindagem, a Casa Militar justificou a necessidade de segurança das autoridades que por ventura utilizarão tais veículos, que muitas vezes estão sob risco de ataques de grupos criminosos que utilizam armamentos de grande potencial ofensivo. “Cabe salientar que tal processo tem caráter estimativo, ou seja, o seu pagamento será efetuado por diária efetivamente utilizada dentro do mês de faturamento, visando a redução do gasto público”, diz o texto.

Governador vai ter frota de blindados

Governador vai ter frota de blindados. #D24AM

Posted by D24am on Saturday, March 16, 2019

Anúncio