Adolescente pode fazer cirurgia plástica?

Especialista responde e fala do aumento da procura

Rio de Janeiro – Uma das perguntas recorrentes nos consultórios de cirurgias plásticas é se os adolescentes podem se submeter a procedimentos estéticos mais invasivos. Muitos responsáveis levam seus filhos para consultas com cirurgiões, em busca de solução para algo que os incomoda na aparência. O cirurgião plástico Regis Ramos, que tem registrado aumento de adolescentes em busca de consulta em seu consultório, no Rio de Janeiro, explica que o contato excessivo com a internet e redes sociais é o principal motivo do aumento da procura desta faixa etária. O especialista ainda esclarece sobre quando esse tipo de procedimento é recomendado.

(Foto: Reprodução / Internet)

”Observando um aumento de mais 100% na busca de mudança na aparência de adolescentes acima de 16 anos, percebo que a grande maioria é influenciada pela tecnologia. A recomendação é que apenas maiores de 18 anos façam qualquer tipo de procedimento. Existem algumas exceções, como em caso de bullying por conta da aparência. É importante ressaltar que é imprescindível a presença do responsável legal em todo processo”, afirma o médico.

Dr. Régis também aponta os principais procedimento procurados: “Sem dúvidas, nessa faixa etária a busca maior é por rinoplastia, prótese de mama, lipoaspiração e otoplastia, que é correção da orelha de abano”, revela o especialista em rinoplastia.

Anúncio