Anvisa decidirá em até 30 dias uso de vacina da Pfizer em crianças

Pedido foi feito pela farmacêutica para que imunizante antiCovid em dose menor seja liberado ao grupo de 5 a 11 anos

São Paulo – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) vai decidir nos próximos 30 dias se libera a vacina antiCovid da Pfizer/BioNTech para aplicação em crianças de 5 a 11 anos. O pedido foi apresentado pelos desenvolvedores ao órgão regulador neste sexta-feira (12).

(Foto: Roberto Casimirio / Foto Arena / Estadão Conteúdo)

Em nota, a agência afirma que a solicitação da Pfizer segue o que já foi definido pelos estudos: uma dose ajustada e menor do que a utilizada para maiores de 12 anos. “Segundo a empresa, os frascos serão diferenciados pela cor.”

A vacina da Pfizer já foi aprovada nos Estados Unidos, no fim de outubro, para a faixa etária de 5 a 11 anos.

Se isto se repetir no Brasil, o imunizante será o único disponível para crianças e adolescentes.

Um estudo conduzido pela farmacêutica com 2.268 participantes apontou eficácia de 90,7% da vacina em crianças de 5 a 11 anos

Atualmente, indivíduos acima de 12 anos estão aptos a receber a vacina da Pfizer contra a Covid-19.

Dados do Localiza SUS mostram que 12,7 milhões de adolescentes entre 12 e 17 anos já receberam ao menos uma dose da vacina, enquanto 1,9 milhão concluiu o esquema vacinal.

Anúncio