ATENÇÃO: tutores de animais devem evitar faltar aos serviços de castração

As faltas aos procedimentos marcados restringem o acesso de outros bichos à castração no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ)

Manaus -Tutores de animais devem observar as datas e horários de agendamento para castração de cães e gatos no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) Dr. Carlos Durand. As faltas aos procedimentos marcados restringem o acesso de outros bichos à castração e reduzem o aproveitamento do serviço, à medida em que cirurgias previstas deixam de ser realizadas pelos profissionais da unidade, gerenciada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

(Foto: Divulgação / Semsa)

Segundo dados do CCZ Manaus, dentre 6.673 castrações agendadas em 2023, 528 deixaram de ser realizadas pelo não comparecimento dos tutores com seus bichos. Neste ano, até o início de abril, o centro contabilizou 79 faltas dentre os 1.721 agendamentos realizados para o serviço no período.

O gerente do CCZ Manaus, Rodrigo Araújo, ressalta que os usuários que deixam de comparecer sem motivo ao agendamento têm acesso bloqueado ao serviço por 30 dias, salvo no caso das faltas justificadas e informadas à unidade por meio do WhatsApp (92) 98842-8359.

“O usuário tem ainda a opção, por meio do sistema de agendamento, de desistir da vaga até 24 horas antes do dia da cirurgia. Quando isso é feito, a vaga é automaticamente disponibilizada no site, permitindo que outro tutor possa agendar o procedimento”, informa.

Rodrigo enfatiza que as vagas para o serviço de castração são limitadas, em relação à demanda, e orienta que os tutores fiquem atentos ao cronograma da oferta de agendamentos. “As vagas são liberadas conforme os calendários divulgados por meio das redes sociais da Semsa, sempre no mesmo horário, às 14h”.

O gerente recomenda atenção especial aos tutores de pets fêmeas, pois o número de vagas para castração costuma ser menor que o ofertado para os machos. Em razão disso, ele aponta, a demanda para essa população é maior, e as vagas são preenchidas mais rapidamente após a liberação no site do CCZ.

“O tempo de cirurgia para um animal macho é 70% menor do que para uma fêmea. Nosso objetivo no CCZ é castrar o maior número de animais possível, por isso o número de vagas para machos é maior do que para fêmeas”, explica.

Passo a passo

Para submeter seu animal à castração no CCZ, os tutores devem fazer o cadastro prévio no serviço em ccz.manaus.am.gov.br/login. Após preencher seus dados no site, o usuário deverá clicar no link de acesso para ativação, enviado ao e-mail informado no cadastramento, depois do que poderá inserir os dados do animal que deseja castrar, no campo “Meus Pets”.

Na data e horário agendados para liberação das vagas, o tutor deverá acessar o campo “Meus Pets” no site, localizar o animal cadastrado e selecionar a opção “Agendar”. Na página seguinte, após conferir as informações da cirurgia, definindo data e horário, basta clicar em “Confirmar” para finalizar a marcação. Após alguns minutos, estará disponível no sistema o comprovante de agendamento.

Prevenção e saúde

A castração ou esterilização, segundo Rodrigo Araújo, é indicada para cães e gatos, machos e fêmeas, a partir dos cinco meses de vida. O gerente do CCZ explica que o procedimento eleva a expectativa de vida do animal, evitando o desenvolvimento de cânceres nas mamas, útero e próstata. Além disso, reduz a agressividade e agitação causadas pela testosterona, bem como os riscos de fuga das fêmeas para acasalamento durante o cio, que deixa de ocorrer.

O gestor enfatiza, ainda, que a cirurgia evita crias indesejadas, assim contribuindo para a redução da população de animais abandonados nas ruas. “Quanto menos animais vivendo nas ruas, menores são as chances das pessoas contraírem zoonoses, que são doenças capazes de ser transmitidas para humanos, a exemplo da esporotricose”.

Para se submeter à castração, o animal deve estar em bom estado de saúde e livre de carrapatos, pulgas e outros parasitas, e cumprir jejum de seis horas de água e comida, entre outros requisitos, que devem ser observados atentamente pelos proprietários.

“É muito importante que os tutores leiam com atenção as informações necessárias para a cirurgia, que estão todas disponíveis no site do CCZ”, observa Rodrigo, indicando o link ccz.manaus.am.gov.br/info, para acesso direto às orientações.

Anúncio