Atividade física auxilia no bom funcionamento do cérebro e memória

Segundo estudos, durante a atividade física são liberados hormônios que evitam a deterioração rápida das fibras nervosas

Manaus – A prática regular de atividade física traz uma série de benefícios para o corpo e também para a mente, contribuindo com o bom funcionamento do cérebro. O educador físico José Roggero diz que diversos estudos mostram as vantagens do exercício físico na prevenção de doenças como o Alzheimer. Isso porque durante a atividade são liberados hormônios que evitam a deterioração rápida das fibras nervosas.

De acordo com Roggero, quando a pessoa pratica exercício há o aumento da frequência cardíaca e consequentemente maior oxigenação do cérebro e fluxo sanguíneo. Dessa forma há um estímulo maior em áreas como o cerebelo, responsável pela coordenação motora e hipocampo que está associado à memória.

A prática regular de atividade física contribui com o bom funcionamento do cérebro (Foto: Divulgação)

Além disso, quando se está realizando atividade, aumenta-se a produção de endorfina e serotonina, responsáveis pela sensação de bem-estar. “O estresse pode afetar bastante a mente, por isso o exercício pode ser um momento que traz relaxamento, com liberação de hormônios bons e que trazem uma sensação de prazer”, disse.

A orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que as pessoas façam no mínimo 150 a 300 minutos de atividade por semana. “Isso significa um tempo de 2h30 a 5h. É o mínimo para uma pessoa se manter ativa”, informou o educador físico.

Qualquer atividade física, segundo ele, será benéfica para a saúde do corpo e da mente, basta que a pessoa encontre aquela que melhor se adequa ao estilo e o objetivo do aluno.

Anúncio