Brigadas contra arboviroses intensificam parceria nas escolas do AM

O Programa atua na formação de pessoas da própria comunidade na eliminação de criadouros da Dengue, Zika, Chikungunya, febre do Oropouche e febre do Mayaro

Manaus – Como mais uma estratégia de prevenção às arboviroses no Amazonas, a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto, da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas, e representantes das redes de educação estadual e de Manaus, reuniram, nesta quinta-feira (07), para intensificar a estratégia de brigadas para combater as arboviroses.

(Foto: Roberto Carlos/Secom)

Nas instituições, a brigada é formada por uma equipe da instituição que atua no controle de mosquitos, por meio da eliminação de criadouros e, consequentemente, promove a prevenção de arboviroses, como Dengue, Zika, Chikungunya, febre do Oropouche e febre do Mayaro.

A estratégia está presente em escolas estaduais na capital do estado e em escolas municipais de Manaus. “O Programa de Brigadas atua na formação de pessoas da própria comunidade na eliminação de criadouros. É importantíssimo que esse programa seja intensificado”, enfatiza a diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim.

Nas escolas, o conhecimento obtido na brigada é levado para fora dos muros da instituição escolar, segundo destaca a diretora escolar da Escola Estadual de Tempo Integral Profª Roxana Pereira Bonessi, Eliany Campos.

“A gente percebe o engajamento das crianças nas ações, as famílias que também são incluídas nesse processo e veem como algo positivo e acabam se tornando multiplicadores na comunidade”, disse.

Em Manaus, as brigadas seguem um calendário de ações complementares na Secretaria Municipal de Educação (Semed).

“Essa ação fica o ano inteiro no trabalho da prevenção, levando ao aluno para essa consciência do cuidado para que a gente evite o máximo possível as doenças”, afirma Lourdes Souza, integrante do Grupo de Trabalho Interinstitucional no Programa Saúde na Escola em Manaus.

Sobre as Brigadas

As brigadas contra as arboviroses no Amazonas foram criadas pelo Governo do Amazonas em 2016, por meio do Decreto Estadual nº 36.640. A iniciativa da FVS-RCP visa ampliar o controle de mosquitos transmissores das arboviroses. A estratégia está presente em escolas estaduais na capital do estado, Manaus, e em instituições privadas e públicas (entre órgãos federais e estaduais).

Anúncio