Casos e mortes por dengue caem em 2021, e Saúde lança campanha

Apesar do cenário positivo, alguns estados registraram aumento nos casos de dengue; Ministério da Saúde lançou ação nesta terça (30)

São Paulo – O Brasil registrou queda no número de casos e óbitos por dengue, em 2021, de acordo com os dados do Ministério da Saúde. Apesar da melhora no cenário nacional, alguns estados ainda apresentam alta. Por isso, a pasta lançou uma campanha de combate ao mosquito Aedes aegypti, nesta terça-feira (30).

Nova campanha de combate ao mosquito Aedes aegypti vai focar nas ações individuais (Foto: William Volcov – Estadão )

A divulgação das peças publicitárias, com foco nas ações individuais que devem adotadas por todos no dia a dia, vai durar cerca de 30 dias. “A maior carga de doenças transmissíveis, em geral, cai no setor de saúde, mas a solução delas não está unicamente neste setor. Por isso, combater o mosquito precisa ser uma rotina nossa para que a gente consiga diminuir a carga dessas doenças na nossa população”, destacou o coordenador-geral de Vigilância das Arboviroses do MS, Cássio Peterka.
Segundo os dados divulgados, houve queda de 46,6% no número de casos de dengue neste ano e de 62% em relação aos óbitos no comparativo com o ano passado. O que chama a atenção são os casos de Chikungunya que chegaram a 90.147, embora tenha ocorrido redução de 64% nos óbitos pela doença. Não foram registradas mortes neste ano apenas no caso da Zika, em que houve queda de 17,6% no número total de casos.

“O Brasil tem diminuído as arboviroses [Dengue, Chikungunya e Zika], mas alguns estados têm chamado a nossa preocupação. É por isso que precisamos permanecer atentos e vigilantes”, destacou o secretário vigilância em saúde, Arnaldo Medeiros.

Anúncio