Confira as causas e maneiras de amenizar os efeitos do queloide

A cicatriz queloidiana pode ocorrer devido a cortes profundos, perfurações, queimaduras, acnes severas, tatuagens e colocação de brincos ou piercings

Manaus – O queloide consiste em uma espécie de cicatriz volumosa que possui cor vermelha ou escura. Ademais, ela surge com o excesso de proteínas durante um processo de cicatrização. No entanto, ele não ocasiona riscos para as pessoas, são inofensivas, apesar de gerar bastante desconforto estético. Nesse caso, um dermatologista pode indicar tratamentos adequados que vão amenizar na aparência do queloide. Para isso, é necessário saber a melhor maneira de como tratar queloide, para poder se livrar dele.

Além disso, eles podem ocorrer por diversas causas. Por exemplo, a cicatriz queloidiana pode ocorrer devido a cortes profundos, perfurações, queimaduras e acnes severas. Mas também podem ser ocasionada por tatuagens e colocação de brincos ou piercings.

O queloide consiste em uma espécie de cicatriz volumosa que possui cor vermelha ou escura (Foto: Divulgação)

Em suma, existem diversos tipos de tratamentos possíveis. Isto é, através do uso de pomadas, injeção de corticoides, curativo de silicone, e crioterapia. Entretanto, em últimos casos, é possível realizar tratamento através de uma cirurgia.

O que é um queloide?

O queloide consiste em uma cicatriz volumosa com cor vermelha ou escura. Ademais, ele pode surgir em qualquer parte do corpo em que houve algum trauma. Por exemplo, cirurgias, queimaduras, vacinas, e cortes profundos. Além disso, o queloide pode ser uma protuberância proveniente do excesso de proteína na pele em algum processo de cicatrização.

Isto é, as células podem não ter parado de produzir um novo tecido para a pele no momento certo. No entanto, essa alteração não apresenta risco para as pessoas, mas ocasiona bastante desconforto, principalmente estético. E, essa cicatrização é mais frequente em negros, hispânicos, orientais ou pessoas que já possuíram alguma anteriormente. Por isso, essas pessoas necessitam de maiores cuidados e saber como tratar queloide.

Causas e reações do queloide

O queloide pode ocorrer por diversas causas. Logo, podendo ser proveniente de cortes de cirurgias, acne severa, queimaduras e feridas traumáticas. Além disso, também pode ser provocadas por marcas de vacina, tatuagens, furos na orelha ou colocação de piercings.

Por outro lado, devido a essas variadas causas, o queloide provoca algumas reações. Assim sendo, surgem cicatrizes com relevo elevado, mudança na tonalidade local da pele para vermelho ou castanho, e, em alguns casos, surgimento de nódulos na pele. Por fim, ao identificá-lo, é preciso saber como tratar queloide.

Como tratar queloide

Alguns queloides somem ou diminuem ao longo do tempo. Entretanto, eles podem voltar a aparecer com o tempo. Portanto, a melhor saída é recorrer a tratamentos com auxílio de um dermatologista. Pois, o tratamento irá variar conforme diversos fatores, como o tamanho, local e origem da cicatriz. Entre os principais tratamentos, estão:

1 – Como tratar queloide com Pomadas

As pomadas podem ser uma forma muito eficiente de como tratar queloide. Pois, elas contribuem para alisar e disfarçar a cicatriz. Logo, as principais pomadas utilizadas para isso são: Cicatricure gel, Contractubex, Skimatix ultra, C-Kaderm e Kelo Cote.

2 – Injeção de corticoide

Os corticoides também são utilizados para o tratamento de um queloide. Assim sendo, eles são aplicados diretamente no tecido da cicatriz. Dessa forma, ele diminui a inflamação no local e deixa a cicatriz mais plana. Em síntese, os dermatologistas recomendam que a injeção de corticoide seja aplicada em três sessões com intervalo de 4 a 6 semanas entre cada uma.

3 – Curativo de silicone

O curativo de silicone normalmente é utilizado sobre o queloide durante 12 horas por 3 meses. Desse modo, o curativo desenvolve a diminuição da vermelhidão da pele e a altura da cicatriz. Além disso, ele deve ser aplicado na pele limpa e seca, permitindo uma melhor aderência.

4 – Crioterapia

A crioterapia é uma das maneiras de como tratar queloide. Em suma, é utilizado um nitrogênio líquido para congelar o queloide de dentro para fora. Dessa maneira, reduz a firmeza e o tamanho da lesão. No entanto, o seu funcionamento é mais eficaz em cicatrizes pequenas.

5 – Como tratar queloide através da Radiação

O tratamento através da radiação pode ocorrer de duas maneiras. Ou seja, pode ser de forma isolada, reduzindo o tamanho do queloide. Ou também, após uma remoção cirúrgica da cicatriz, prevenindo o possível retorno da lesão.

6 – Como tratar queloide com Laser

O tratamento a laser pode contribuir para a redução da altura do queloide. Além disso, torna a diferença de cor da lesão com o resto da pele quase imperceptível. Porém, para esse tratamento ser eficaz, é necessário que ele seja feito juntamente com outro tratamento. Por exemplo, com injeções de corticosteroide ou compressão.

7 – Cirurgia

A cirurgia como forma de tratamento é uma das últimas opções. Pois, existe o risco da formação de novas cicatrizes ou a piora do quadro do queloide já existente.  Por isso, ela só deve ser feita quando os métodos estéticos recomendados pelo dermatologista não tiveram bons resultados.

Então, os melhores resultados nessas cirurgias são provenientes de quando há uma remoção da parte do queloide. Ou também, quando as incisões são realizadas não atingindo a pele ao redor da lesão.

Em suma, seja qual a forma de como tratar queloide escolhida, é importante ter o acompanhamento do dermatologista. Pois, assim terá maiores garantias de obter os resultados desejados naquela cicatriz que tanto incomoda.

Anúncio