Fundação Alfredo da Matta inicia a testagem rápida de Hanseníase

A testagem vai reforçar a busca por novos casos entre pessoas que convivem com pacientes já diagnosticados

Manaus – A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), por meio da Fundação Hospitalar Alfredo da Matta (FUHAM), deu início, na manhã desta quarta-feira (6), à aplicação de testes rápidos para o diagnóstico precoce da hanseníase. O procedimento é indicado para indivíduos que mantêm contato próximo e prolongado com pessoas já diagnosticadas com a doença. A FUHAM, que é uma referência na assistência a casos de hanseníase no Amazonas, é a primeira unidade de saúde do estado a oferecer o teste.

(Foto: Arnoldo Santos / FUHAM)

A chefe do Departamento de Controle de Doenças e Epidemiologia da FUHAM, Walderiza Pedrosa, explica que o teste rápido faz parte da estratégia nacional para reforçar o diagnóstico precoce da hanseníase.

“O teste não vai dizer se você tem hanseníase. Ele é um teste para saber se a pessoa teve ou não contato com o bacilo da hanseníase. Se for positivo significa que ele teve contato com o bacilo. Então, a pessoa vai ser monitorada pelos próximos cinco anos para saber se vai apresentar algum sintoma da doença”, afirma Walderiza.

Na capital, sete unidades de Saúde municipais já oferecem, gratuitamente, o teste para a população. São duas unidades por distrito de Saúde. A FUHAM chega para completar o atendimento na zona Sul de Manaus, junto da UBS Lúcio Flávio, localizada no bairro Betânia. A aplicação do teste rápido na FUHAM está sendo acompanhada pela equipe do Núcleo de Controle da Hanseníase, da Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (SEMSA).

O empresário André Beviláqua foi o primeiro a fazer o teste rápido de hanseníase na FUHAM. Ele tem contato com familiar em tratamento. “O meu pai foi diagnosticado, no Ceará, com hanseníase, e trouxemos ele para fazer o tratamento aqui em Manaus. Vim pegar o medicamento dele e eu aproveitei para fazer o teste também”, declarou André.

Atendimento no interior
Em todo o Amazonas, municípios que tenham apresentado casos positivos de hanseníase estão recebendo o material do teste, distribuído pela coordenação estadual do Programa Estadual de Controle de Hanseníase, que funciona na FUHAM. Até agora, além de Manaus, os municípios que já estão aptos a oferecer o teste são: Amaturá, Autazes, Beruri, Boca do Acre, Carauari, Coari, Codajás, Eirunepé, Humaitá, Iranduba, Itacoatiara, Lábrea, Manacapuru, Manicoré, Maraã, Maués, Parintins, Presidente Figueiredo, Santa Isabel do Rio Negro, Tapauá, Tefé e Uarini.

Atendimento na capital
Veja quais unidades de Saúde, em Manaus, oferecem o teste rápido para hanseníase. A FUHAM completa a lista de unidades localizadas no Distrito Sul, junto com a UBS Lúcio Flávio.

Anúncio