Hemoam realiza ação no Dia Nacional do Doador de Sangue

O doador deve ter ter idade acima de 18 anos e portar um documento oficial com foto. Jovens de 16 e 17 anos podem doar, porém devem estar acompanhados de seus pais ou responsáveis legais

Manaus – A pandemia de coronavírus impactou diretamente no número de doações de sangue nos últimos meses. Hemocentros de todo o país tem realizado campanhas convocando voluntários. Em Manaus, não tem sido diferente. A Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) tem realizado diversas mobilizações. A próxima será no Dia Nacional do Doador de Sangue, celebrado no próximo dia 25 de novembro e que contará com o apoio da Distribuidora Atem.

A gerente de Marketing da Atem, Monique Lasmar, diz que mais uma vez a empresa se une ao Hemoam em prol de uma causa nobre e que é capaz de salvar tantas vidas. Além do apoio na ação, com doações de materiais, a Atem também realiza uma mobilização interna para que os colaboradores sintam-se motivados a doarem sangue.

Hemoam realiza ação no Dia Nacional do Doador de Sangue (Foto: Divulgação)

Os interessados em doar podem procurar diretamente o Hemoam. No local, passarão por todo o processo de triagem. A programação do Dia Nacional do Doador de Sangue inclui, ainda, homenagens a parceiros da fundação.

Seja um doador

O doador deve ter ter idade acima de 18 anos e portar um documento oficial com foto. Jovens de 16 e 17 anos podem doar, porém devem estar acompanhados de seus pais ou responsáveis legais. É necessário estar bem alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação), pesar acima de 50 quilos, ter tido uma boa noite de sono (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas), não ter ingerido medicamento e nem bebida alcoólica.

Conforme a Última Norma Técnica, pessoas que tiveram malária poderão doar sangue após um ano de cura da doença. E pessoas que estiverem com gripe ou resfriado, por exemplo, devem esperar 30 dias para doar, após melhorarem os sintomas. Já quem testou positivo para a Covid-19, não poderá doar por um período de 30 dias, após a recuperação completa. E aquele que teve contato nos últimos 30 dias com pessoas que apresentaram infecção pela doença são considerados inaptos por 30 dias, após o último contato com essas pessoas.

Quem teve hepatite após os 11 anos de idade, algum tipo de câncer, Doença de Chagas ou se foi submetido a transplante de órgãos ou de medula, não poderá participar da doação. O Hemoam obedece a normas do Ministério da Saúde, que visam oferecer segurança e proteção ao receptor e ao doador.

Anúncio