Manaus registra queda na taxa de mortalidade infantil, diz Semsa

A capital amazonense registrou uma queda de 1,15% na taxa de mortalidade infantil. Especialista da Semsa defende aleitamento materno

Manaus- Após décadas com queda na taxa de mortalidade infantil, em 2016, o Brasil apresentou um aumento de 5%, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde (MS), mas Manaus vem se destacando no cenário nacional por ir contra essa estatística. A informação é da Chefe do Núcleo de Saúde da Criança e do Adolescente da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Ivone Amazonas, durante entrevista nesta quarta-feira (18) ao programa ‘Diário da Manhã’, da RÁDIO DIÁRIO. 

Especialista da Semsa defende aleitamento materno. (Foto: José Nildo/Arquivo/Semsa)

Segundo ela, a capital amazonense registrou, no mesmo período, uma queda de 1,15% na taxa de mortalidade infantil. A redução se deve às ações realizadas pela Semsa desde o pré-natal da gestante. “Trabalhamos estratégias para melhorar o acolhimento durante o pré-natal, vinculação da gestante na maternidade, a humanização do parto e do nascimento da criança, além do acompanhamento através das nossas unidades básicas”, afirma. Ivone também acredita que o aumento na taxa de mortalidade infantil se deve aos fatores sociais, econômicos e ambientais.

Aleitamento materno é alternativa eficaz

Ainda segundo dados do MS, houve aumento de 14,6% na taxa de desnutrição infantil. Ivone explica que para combater a desnutrição a melhor e mais eficaz alternativa é o aleitamento materno. A secretaria deve lançar, no próximo mês, a campanha ‘Agosto Dourado’ que visa incentivar e conscientizar a importância do aleitamento materno.

“O leite materno contem tudo o que o bebê precisa para se manter forte e saudável e ele deve ser exclusivo até os seis meses. Depois desse período, o bebê pode sim começar a ingerir outros tipos de alimentos, desde que sejam devidamente orientados por profissionais capacitados, o que fazemos também nas nossas unidades básicas de saúde”, explicou.

Para aumentar a conscientização da sociedade sobre a importância do aleitamento materno para a saúde das crianças e das mães, a Prefeitura de Manaus está preparando ações com o tema “Aleitamento Materno é a base da vida”, durante a Semana Mundial de Aleitamento Materno, entre os dias 1º e 8 de agosto, e dentro da programação do Agosto Dourado.

“A partir do tema ‘Aleitamento materno é a base da vida’, definido pela Aliança Mundial para Ação em Amamentação, os profissionais de Saúde irão destacar o fato de que a amamentação é um dos alicerces da boa saúde e representa uma estratégia de nutrição e segurança alimentar, ajudando a proteger crianças de doenças como diarreia, infecções respiratórias e alergias”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

Além das ações desenvolvidas nas Unidades de Saúde, a Semsa irá realizar atividades envolvendo crianças em creches, pais, cuidadores, profissionais de saúde e de educação, organizações governamentais e a sociedade civil organizada.

A Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM), comemorada na primeira semana de agosto, foi lançada pela Aliança Mundial para Ação em Amamentação (WABA – World Alliance for Breastfeeding Action), em 1992, com o objetivo de dar visibilidade à amamentação, incentivando o envolvimento de grupos e instituições de todo o mundo para a discussão sobre o tema.

Anúncio