Ministério da Saúde define recomendações para viajantes que chegam do Reino Unido

As medidas foram tomadas em função da descoberta de uma mutação do novo coronavírus que está em circulação na Inglaterra e envolvem, principalmente, autoisolamento

Brasília – O Ministério da Saúde informou na terça-feira (22) que foram elaboradas recomendações para os passageiros oriundos do Reino Unido que chegaram aos aeroportos brasileiros. As medidas foram tomadas em função da descoberta de uma mutação do novo coronavírus que está em circulação na Inglaterra. blank

De acordo com as orientações, todas as pessoas que chegarem do Reino Unido devem ficar, no mínimo, dez dias em autoisolamento. O passageiro que apresentar sintomas de gripe ou de síndrome respiratória aguda grave deve ficar em isolamento por 20 dias, a partir do início dos sintomas, ou por dez dias se apresentar teste PCR negativo posteriormente.

No período de isolamento, os pacientes deverão continuar usando máscaras e manter isolamento de um metro em relação aos demais moradores da casa. A limpeza das superfícies também deverá ser contínua.

blank

Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, terceiro maior aeroporto do Brasil (Foto: © Marcello Casal JrAgência Brasil)

Na segunda-feira (21), agentes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) iniciaram a fiscalização das aeronaves que chegam da Inglaterra. A inspeção foi feita no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro.

No dia 30 de dezembro entrará em vigor uma portaria que restringe a entrada de estrangeiros de qualquer nacionalidade por rodovias, portos e aeroportos. Os passageiros deverão apresentar à companhia aérea a comprovação de resultado negativo para Covid-19.

Anúncio