Ministério da Saúde prorroga credenciamento de equipes de saúde

São contemplados programas como o saúde na hora, no qual o ministério fornece compensação financeira para que postos de saúde fiquem abertos por mais tempo

Brasília – O Ministério da Saúde prorrogou até março o prazo para o credenciamento de equipes de saúde e serviços por gestores locais. Os gestores tinham até o mês de janeiro para fazer as solicitações relativas a trabalhadores da saúde e serviços previstos em programas federais.blank O credenciamento abarca grupos de profissionais e ações adotadas por municípios no conjunto de ações de prevenção e atendimento da população denominada “atenção primária à saúde”.

Foram contemplados programas como o saúde na hora, no qual o Ministério fornece compensação financeira para que postos de saúde fiquem abertos por mais tempo, o que demanda maior número de equipes.

blank

(Foto: Rovena Rosa / Agência Brasil)

Também é o caso do programa Informatiza APS, que trabalha com ações de coleta e tratamento de dados de pacientes pelas unidades de saúde para uso por meio do prontuário eletrônico e compartilhamento pela Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS).

De acordo com o Ministério, a prorrogação se deveu ao contexto da pandemia do novo coronavírus. A prorrogação abarcou 4.459 municípios, endo 3.959 para o programa Informatiza APS, 1.722 no credenciamento de equipes de Saúde da Família e Agentes Comunitários e 511 para o programa Saúde na Hora.

Anúncio